Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Programa de recuperação do Rio das Velhas será apresentado em seminário do Governo da Bahia

A secretária-executiva do Projeto Estruturador Revitalização da Bacia do Rio das Velhas – Meta 2010 , Myriam Mousinho, participa nesta terça-feira (25) do seminário sobre Proteção e Revitalização dos Rios Urbanos, no Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá), órgão do estado da Bahia. O seminário acontecerá em Salvador e tem como objetivo discutir a situação das águas no espaço urbano, as perspectivas de proteção e as experiências positivas nacionais de revitalização de rios que cortam as cidades em todo o país.

Myriam Mousinho abordará a Meta 2010 e os resultados obtidos até o momento. “É a primeira vez que o projeto será discutido fora de Minas Gerais e percebemos que o Rio das Velhas está em destaque no seminário, pois em quatro palestras sobre rios urbanos, encontramos duas falando a respeito da bacia do Velhas”, ressalta a secretária-executiva. A Meta será apresentada no painel “Experiências Exitosas de Despoluição dos Rios”. O coordenador de Programas de Recuperação de Bacias, Ricardo Aroeira, irá representar a Secretaria Municipal de Políticas Urbanas de Minas Gerais e enfocar o Programa Drenurbs: Reabilitação Ambiental das Águas Urbanas de Belo Horizonte.

De acordo com a secretária-executiva, o evento será um importante momento para enriquecer a discussão sobre revitalização com outros estados. Na ocasião, os projetos da Meta 2010 e de seus parceiros serão contextualizados e apresentados juntamente com as ações em andamento.

No seminário, haverá espaço para debater idéias e apresentar os projetos de recuperação de rios contaminados por esgotos industriais e domésticos que cortam os grandes centros urbanos. Após o tratamento dos esgotos, os rios se recuperam e suas águas podem ser usadas para banho, consumo e pesca. “Participar desta discussão mostra o reconhecimento, pelos outros estados, do trabalho feito pelo Governo Aécio Neves ”, afirma Mousinho.

Meta 2010

Como Projeto Estruturador do Governo de Minas, pretende promover a melhoria da qualidade das águas da Bacia do Rio das Velhas, no seu trecho mais poluído, próximo à Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O objetivo é que a água seja enquadrada na “classe II”, o que significa que poderá ser destinada ao abastecimento doméstico, após tratamento convencional, às atividades de lazer, à irrigação de hortaliças e plantas frutíferas e à criação de peixes.

O Projeto tem como meta aumentar o Índice de Qualidade da Água (IQA) de 59,5%, em 2005, para 67%, em 2011, e atingir 75%, em 2023. Entre as ações de governo, está a implementação de obras de saneamento nas principais sub-bacias da RMBH, com intervenções como ampliação da coleta de esgotos e implantação de estações de tratamento. Além disso, para a melhoria da qualidade das águas, Myriam Mousinho destaca o envolvimento do cidadão como fundamental: “2010 será um marco de recuperação, mas uma série de ações preventivas da comunidade é necessária para a preservação da bacia”, esclarece.

Anúncios

24/08/2009 - Posted by | Sem categoria | , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: