Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Governo Aécio coloca em prática a segunda fase do Projeto de Manejo Integrado de Sub-bacias Hidrográficas

Está previsto para o próximo mês, o início da segunda etapa de obras do Projeto de Manejo Integrado de Sub-bacias Hidrográficas, que prevê ações de revitalização nos afluentes do Rio São Francisco em mais 12 municípios mineiros. Quatro desses municípios estão na região Norte e oito na região Noroeste. Serão realizadas obras para proteção de nascentes, matas ciliares e de topo, além de bacias de captação de água de enxurradas, terraços e adequação de estradas vicinais. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG)participa da ações que envolvem outros órgãos do Governo Aécio Neves. O projeto faz parte de convênio com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), que vai beneficiar 89 municípios mineiros.

A empresa mineira de extensão rural atua na mobilização dos usuários das sub-bacias e na escolha dos locais das obras, além de acompanhar a realização e passar orientações técnicas, respeitando a vontade dos beneficiários. “Como conhecedora das comunidades rurais e em função da relação de confiança dos agricultores com os extensionistas, a Emater-MG tem capacidade de identificar os problemas ambientais e as ações necessárias para a recuperação e produção sustentável, nas sub-bacias selecionadas”, explica o diretor técnico da empresa, José Ricardo Ramos Roseno.

O presidente da Emater-MG, José Silva, lembra que a experiência mineira está servindo de modelo para outros estados do país. A empresa vai capacitar entidades de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) de outros estados que compõem a Bacia do São Francisco. “Temos em Minas Gerais uma metodologia de revitalização de bacias que está atraindo a atenção de outros estados, como os do Nordeste brasileiro. Nossa metodologia, que começa com educação ambiental, inclui a participação de jovens, crianças, lideranças e setor produtivo. Acreditamos que política pública feita com a participação dos beneficiários tem muito mais possibilidade de êxito”, completa Silva. Além de Minas Gerais, o Rio São Francisco corta os estados da Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas, áreas de abrangência do Programa de Revitalização do Rio São Francisco, dogGoverno federal.

O Projeto de Manejo Integrado de Sub-bacias Hidrográficas começou em 2002 e abrange 200 municípios da Bacia do São Francisco com três tipos de ações: educação ambiental para usuários da bacia; mobilização dos municípios com afluentes do São Francisco, por meio de seminários com a participação das comunidades; e obras de recuperação ambiental, o que inclui barraginhas, terraceamentos e recomposição de matas ciliares e de topo, entre outras.

O projeto já concluiu em parceria com a Codevasf várias obras em 17 municípios, banhados pelos rios Verde Grande, Pacuí e Pajeú, afluentes do Velho Chico. Até maio deste ano, serão concluídas outras obras da primeira etapa do projeto, em mais 17 municípios mineiros, de acordo informação da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), à qual a Emater-MG é vinculada. A Seapa responde pela coordenação-geral do projeto. De acordo o superintendente de Planejamento, Gestão e Finanças da Secretaria,

Anúncios

26/01/2010 - Posted by | Ação Sustentável, Água, Meio Ambiente | , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: