Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Galeria de Arte Copasa apresenta exposição Des[água]

A artista plástica Ana Amélia Diniz Camargos apresenta, do dia 1º ao dia 31 de julho, na Galeria de Arte Copasa, a exposição Des[água]. Suas obras surpreendem por nos revelar como somos desatentos diante de cotidianos fragmentos do mundo e reverencia a água e o rio Paraúna da sua infância. Mesmo com um tom poético e lírico as obras de Ana Amélia denunciam e fazem um convite para repensar a situação do meio ambiente e dos cursos d’água.

A exposição propõe uma experiência bastante diversificada, onde o publico poderá tocar, levar e até ouvir a sonoridade da água no entorno dos rios. Não é água do mar nem de cachoeira, mas de correnteza de rio que nem sempre são límpidas, mas às vezes poluídas.

Des[água] é uma grande instalação formada de objetos, impressos, desenhos e vídeo. Uma canoa de aproximadamente oito metros de comprimento que navega sobre 1.440 copos de vidro com água formando uma espécie de curso d’água aludindo uma correnteza.

Como pontua o escritor Bartolomeu Campos de Queirós, a artista ao tomar de uma canoa – que as águas poliram em silêncio e tempo – só navegável sobre a maleabilidade das águas, e trazê-la para o solo rígido, a artista nos convida para viagens por fazer, a refletir sobre as águas que não navegamos, ou para lastimar as águas. Ao referenciar a água, sua artesania é refinadamente estética por nos remeter ao simples, ao claro, ao exato. Pela densidade de sua proposição pode-se ver a poesia, tocá-la com o olhar e percebê-la na superfície de cada composição.

Também compõe a exposição uma série de desenhos monocromáticos feitos com técnicas distintas com gouache ou nanquins que aludem uma bacia hidrográfica e ao mesmo tempo os elementos formadores de uma árvore. Já utilizando técnicas de pintura a óleo sobre impresso ou fotomontagem 40 mil postais, uma espécie de paisagem ambulante, serão disponibilizados para o público. São postais turísticos colecionados e reconstruídos pela artista recriando paisagens imaginárias de inundações, dilúvios e cursos d’águas, na grande maioria, pontos turísticos de Belo Horizonte. 

Sobre a artista 

Ana Amélia é natural de Presidente Juscelino, na região Central do Estado, antiga Vila de Paraúna. Formou em Artes Plásticas pela Escola Guignard, onde também cursou pós-graduação. De 1979 a 1983, participou do Núcleo Experimental sob orientação de Amílcar de Castro, tendo ainda frequentado curso de aperfeiçoamento e extensão de Filosofia e História da Arte. 

Em 1995, fez curso de cerâmica com Peter Voucos e Paul Soldner, em New Jersey (EUA), e a partir de 1991, atua como professora de pintura e cerâmica, desenvolvendo atividades como voluntária junto a comunidades carentes. 

Entre outras amostras individuais, Ana Amélia realizou exposição na Galeria Oto Cirne, Galeria Itaú, Arte Estúdio, em Belo Horizonte, e na Galeria da Universidade Federal de Viçosa (UFV). Em 1997, por ocasião do centenário de Belo Horizonte, apresentou uma série de trabalhos de colagens e pinturas em postais da cidade, na sala Corpo de Exposições, Centro Cultural da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e na Galeria do Crav Centro de Audiovisual da Prefeitura de Belo Horizonte. Em 2001, expôs na Galeria Debret, em Paris, como convidada da embaixada do Brasil na França. 

Em 2003, lançou o livro/arte “Margem” com textos e desenhos, realizando exposição de gravuras retiradas do livro. E em novembro de 2005, apresentou na Galeria Alberto da Veiga Guignard, Palácio das Artes, em Belo Horizonte, exposição de gravuras, instalações e lançamento da 2ª edição do livro “Margem” contendo acréscimo de texto. 

Desde a década de 70, Ana Amélia participa de exposições coletivas, representativas da arte mineira e brasileira, entre elas: Paisagem Mineira, Iluminações; Interpretação de Drummond, Natureza e Construção, uma Visão Social, Universos Paralelos – homenagem a Murilo Rubião, no Palácio das Artes; Caminhada em Pedra, no Museu da Pampulha. Em 1978 teve seus trabalhos integrados à grande mostra de Escultura e Objeto em Minas Gerais, apresentada no Centro de Convenções de Poços de Caldas, no Sul de Minas, dentro da programação do Festival de Inverno da UFMG e na Grande Galeria do Palácio das Artes. 

Em 1992, ao lado de Franz Krajberg, e outros artistas mineiro e brasileiro integrou a mostra Eco 92: Natureza e Construção, no Palácio das Artes. Esteve presente ainda em exposições temáticas Diálogo Plural/Poéticas Contemporâneas, A Cidade: Um olhar Contemporâneo, produzidas pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, em Itabira, na região Central do Estado; e várias outras amostras apresentadas em galerias e instituições de Belo Horizonte, Ribeirão Preto, São Paulo e de outras cidades brasileiras. 

Participou de diversas edições do Salão Nacional de Arte da Pampulha, em Belo Horizonte; Salão da Funarte, no Rio de Janeiro; Salão de Arte do Espírito Santo, em Vitória; Salão Brasileiro de Artes Plásticas, Fundação Bienal de São Paulo; Salão de Pernambuco, em Recife; Salão Nacional do Paraná, Curitiba; entre outras. 

Ana Amélia obteve prêmios no Salão Nello Nuno, em Viçosa, na Zona da Mata, em 1978; Salão Nacional da Universidade Federal de Itajubá, no Sul de Minas, em 1979; Prêmio Petrogard, do 12º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte, Museu da Pampulha, em Belo Horizonte, em 1980, recebendo no ano seguinte o Prêmio Mater Dei, no mesmo salão. 

Serviço:

Evento: Exposição – Des[água]

Local: Galeria de Arte Copasa, rua Mar de Espanha, nº 525, bairro Santo Antônio

Abertura: 30/06/2011

Horário: 19 horas

Período e horário para visitação: 1º a 31 de julho de 2011, das 8h às 18h – inclusive aos sábados e domingos

Informações: (31) 3250-1506

Anúncios

29/06/2011 - Posted by | Água, Infraestrutura | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: