Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Aeronaves da Secretaria de Meio Ambiente auxiliam ações da Defesa Civil

Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semad), desenvolve uma série de medidas preventivas neste período chuvoso. Foram disponibilizadas à Cedec-MG aeronaves da Semad, geridas pelo Corpaer, para o atendimento a demandas emergenciais. O helicóptero Guará II está, 24 horas por dia, à disposição da Defesa Civil Estadual na Sub Base de Viçosa, pronto para executar atividades de apoio comunitário, distribuição de donativos e o monitoramento e avaliação das áreas afetadas.

Na última semana, a Cedec-MG solicitou o uso da aeronave, que atuou em ações de busca e salvamento no município de Guidoval, na Zona da Mata. Foram realizados mais de 20 resgates de pessoas que estavam sobre árvores e casas. Já o helicóptero Guará I está em Governador Valadares, onde realiza sobrevôos de reconhecimento com autoridades da cidade.  Foi disponibilizado, ainda, pela Sema, um caminhão baú, com a finalidade de abastecer os depósitos avançados da Defesa Civil.

Além disso, a Semad monitora 96 barragens de rejeitos e resíduos em indústrias e minerações, cuja última Declaração de Estabilidade apresentada indica a situação “sem garantia de estabilidade”, conforme avaliação de especialistas em segurança de barragens. Para todas estas 96 estruturas foram indicadas medidas corretivas, necessárias para promover a melhoria das condições de estabilidade, de forma a reduzir a probabilidade da ocorrência de acidentes, cuja implantação é de responsabilidade do empreendedor, de acordo com o cronograma proposto na própria Declaração de Estabilidade.

Já as ações de fiscalização da Feam no Programa Gestão de Barragens são focadas no acompanhamento das recomendações da auditoria de segurança e na verificação da implantação das medidas corretivas. Neste processo, verificando em campo que as medidas corretivas não estão sendo implantadas ou qualquer fato novo que possa comprometer a segurança da barragem, o empreendedor é notificado e convocado, em caráter de urgência, a providenciar uma nova avaliação da condição da estrutura por um especialista e, se necessário, realizar obras de emergência. Isto se faz necessário para resguardar a proteção da população e do meio ambiente. Nos casos de descumprimento das orientações da Feam, o empreendedor é autuado.

A Semad participa, também, da elaboração do mapa de inundações do Estado com o apoio da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Gerência de Apoio aos Comitês de Bacias Hidrográficas e Gerência de Monitoramento Hidrometeorológico do Igam, além de agências e comitês de bacias hidrográficas. O mapeamento encontra-se com 60% do trabalho concluído e aguarda o resultado da ação dos comitês para ser finalizado. A previsão de conclusão é fevereiro deste ano.

Anúncios

09/01/2012 - Posted by | Meio Ambiente

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: