Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Eleições 2014: Aécio sobe 5 pontos, aponta Vox Populi

Vox Populi: senador Aécio Neves (MG), subiu de 16% para 21%, em dois meses. A presidente Dilma Rousseff (PT) continua com 40%.

Eleições 2014

Fonte: O Globo

Aécio sobe para 21%, mas Dilma venceria em primeiro turno, mostra Vox Populi

Senador tucano subiu cinco pontos. Já a presidente mantém 40% de intenção de voto

Pesquisa feita pela Vox Populi sobre as eleições presidenciais, a pedido da revista Carta Capital, divulgada nesta quarta-feira, revela que a intenção de voto do candidato do PSDB, o senador Aécio Neves (MG), subiu de 16% para 21%, em dois meses. A presidente Dilma Rousseff (PT) continua com 40% e venceria em primeiro turno. O ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), mantém os 8%.

pastor Everaldo (PSC), que tinha 2% em abril, também continua com o mesmo percentual de intenção de votos em junho. José Maria (PSTU) aparece pela primeira vez na pesquisa, com 1%. Os candidatos Randolfe Rodrigues (PSOL), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Eduardo Jorge (PV), Mauro Iasi (PCB) e Denise Abreu (PTN) não atingiram 1%.

O número de eleitores indecisos caiu para 14%. Em abril chegava a 18%. O percentual daqueles que declararam que pretendem votar em branco ou anular o voto somaram 14% – antes eram 15%.

Vox Populi entrevistou 2,2 mil eleitores entre os dias 31 de maio e 1º de junho, em 161 municípios brasileiros. A margem de erro da pesquisa é de 2,1 pontos percentuais.

Ibope

Uma pesquisa feita pelo Instituto Ibope a pedido da União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvesp) foi divulgada nesta terça-feira e mostra a presidente Dilma Rousseff com 38% das intenções de voto, o senador Aécio Neves (PSDB) com 22% e o ex-governador Eduardo Campos (PSB) com 13%. Dilma oscilou dois pontos percentuais para menos em comparação ao levantamento anterior do Ibope, realizado em maio. Aécio e Campos oscilaram dois pontos para mais.

Anúncios

12/06/2014 Posted by | Política | , , , , , , | Deixe um comentário

Todos por Minas: Pimenta da Veiga é escolhido candidato ao Governo de MG

Pimenta da Veiga foi escolhido nesta terça-feira durante convenção simultânea dos 20 partidos que integram o Movimento Todos por Minas.

Eleições 2014

Fonte: PSDB-MG

Vinte partidos lançam Pimenta da Veiga para o Governo de Minas

Convenção simultânea da base de apoio ao ex-ministro também escolheu Dinis Pinheiro e Antonio Anastasia candidatos a vice-governador e senador

O presidente do Instituto Teotônio Vilela de Minas GeraisPimenta da Veiga, foi escolhido, nesta terça-feira (10/06), durante convenção simultânea dos 20 partidos que integram o Movimento Todos por Minas, o candidato do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) a governador do Estado. Em seu discurso, no ginásio do Minas Tênis Clube I, em Belo Horizonte, Pimenta disse que, juntamente com o candidato a vice-governador do Partido Progressista (PP), Dinis Pinheiro, e com o candidato do PSDB a senador, Antonio Anastasia, quer a união de todos pelas causas de Minas Gerais.

“Quando Minas se une sempre acontecem coisas boas para o Brasil. Com todos os prefeitos que estão aqui, vice-prefeitos, deputados, ex-prefeitos, vereadores, professores, jovens, enfim, com todos unidos nessa maravilhosa demonstração democrática, estou animado para enfrentar qualquer desafio e todas as dificuldades”, afirmou. Além do PSDB, a chapa é apoiado pelo DEM, PDT, PEN, PHS, PMN, PP, PPS, PR, PRP, PSC, PSD, PSDC, PSL, PTB, PTC, PTdoB, PTN, PV e Solidariedade.

O candidato do PSDB a governador ressaltou a prioridade em trabalhar para as pessoas e disse que não bastam boas intenções e discurso. Pimenta disse ainda que nos próximos dias anunciará propostas do plano de governo. Para ele, é preciso criar transformações concretas para que as pessoas possam percebê-las em suas vidas.

“Nos próximos dias, anunciarei as primeiras metas do programa de governo, que foram definidas num longo diálogo desde o ano passado como os mineiros. Certamente, vamos consolidar as conquistas realizadas e vamos avançar na saúdesegurançainfraestrutura e, principalmente, na educação”, disse Pimenta, destacando os avanços alcançados no Estado nos últimos 12 anos nas diversas áreas e ressaltando que os próximos passos devem ser aprofundar e ampliar as conquistas.

Para Pimenta da Veiga, a escolha do presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro, e do ex-governador Antonio Anastasia para compor a chapa é a demonstração de que Minas Gerais é o Estado do avanço e a consagração de um trabalho de excelência desenvolvido desde 2003.

Governo honrado e eficiente

O presidente nacional do PSDB e pré-candidato a presidente da República, senador Aécio Neves, destacou a importância do ex-ministro Pimenta da Veiga para o futuro do Estado. Segundo ele, Minas precisa da seriedade e da honradez dos seus melhores quadros políticos para dar continuidade à eficiente trajetória de Minas.

“Olho para o futuro com uma confiança melhor ainda. É possível, sim, fazer um governo honrado e eficiente, como já fizemos no nosso Estado. Portanto, a tarefa não é apenas minha, é neste grande e extraordinário líder político Pimenta da Veiga, alçado hoje à condição de nosso candidato pela suas qualidades, características pessoais, sua experiência ao longo de uma intensa vida pública”, ressaltou Aécio neves.

Trabalho sério

Já o candidato do PSDB a senador, ex-governador Antonio Anastasia, disse que Pimenta da Veiga é uma escolha que mostra a união de todos por Minas.

“O mais importante, mais até que as obras físicas que foram feitas por Minas afora, é o fato da conquista do afeto e da amizade dos mineiros pelo trabalho sério realizado em nosso Estado. E nós estamos aqui, com um olhar firme, altaneiro, tranquilo, sereno para apresentar novamente, não os nossos nomes individualmente, mas a proposta de um grupo político, de uma grande força que está aqui reunida, de tantos partidos, de prefeitos, parlamentares, vereadores, lideranças, todos. É Minas inteira que está aqui, exatamente com o propósito de dizer ao Brasil, em alto e bom som, que em Minas nós estamos seguros. Em Minas, nos temos para governador o nome forte ética, proba, mas fundamentalmente comprometida com o futuro deste Estado”, afirmou Anastasia.

12/06/2014 Posted by | Política | , , , , , | Deixe um comentário

Eleições 2014: seremos a mudança que o Brasil espera, diz Aécio

Aécio Neves celebrou escolha de Pimenta da Veiga para concorrer ao Governo de Minas: “O Brasil quer mudanças”, disse.

Eleições 2014

Fonte: PSDB-MG

Aécio Neves: “Seremos a mudança que o Brasil espera”

Em Belo Horizonte para participar da convenção estadual do PSDB, nesta segunda-feira (10/06), o presidente nacional do PSDBsenador Aécio Neves, celebrou a escolha do tucano Pimenta da Veiga para concorrer ao Governo de Minas, com Dinis Pinheiro (PP) como vice e Antonio Anastasia como candidato ao Senado. A chapa será formada pelo PSDB e mais 19 partidos que integram o Movimento Todos por Minas.

“O Brasil quer Minas Gerais. O Brasil quer mudanças, e nós seremos a mudança que o Brasil espera”, afirmou. Além do PSDB, o Movimento Todos por Minas tem o apoio do DEM, PDT, PEN, PHS, PMN, PP, PPS, PR, PRP, PSC, PSD, PSDC, PSL, PTB, PTC, PTdoB, PTN, PV e Solidariedade.

Aplaudido por deputados, prefeitos, vereadores e milhares de militantes, Aécio declarou estar esperançoso por um tempo melhor, “de maior seriedade na vida pública e eficiência nas ações do governo”.

“Uma obra de governo é uma obra permanentemente contínua. Não temos o direito de interromper o trabalho de Anastasia e de Alberto Pinto Coelho. Minas precisa da seriedade e honradez de seus melhores quadros políticos e, hoje, eles estão aqui a oferecer-se para dar continuidade a mais uma etapa dessa trajetória”, disse.

Governo Dilma

Aécio Neves lamentou as declarações da presidente Dilma Rousseff, que participou de atos políticos, nesta terça, e trouxe novo recado pessimista aos brasileiros.

“Que triste ter uma presidente que encerra 11 anos de mandato sem ter uma palavra de esperança e de coragem para dizer aos brasileiros. Falou olhando no retrovisor da história, culpando governos de mais de dez anos atrás pelo descontrole inflacionário ou pelo pífio crescimento da economia”, avaliou.

Para AécioDilma age “de forma acintosa para com os brasileiros” ao dizer que deixará para o futuro um legado de inflação controlada e crescimento contínuo da economia.

“Logo a presidente da República que permitiu o descontrole da inflação, que volta a atormentar a vida da trabalhadora e do trabalhador brasileiro. Logo a presidente que deixará como herança o terceiro pior ciclo de crescimento do Brasil em toda a nossa história republicana”, justificou.

Aposentadoria

O presidente nacional do PSDB classificou ainda como audaciosa a declaração dada pela presidente Dilma Rousseff, durante participação na convenção do Partido Democrático Trabalhista (PDT), ao se auto-intitular “invencível”.

“Invencível é a nossa coragem e determinação em mudar tudo isso que está aí. Não vou atacá-la, como tentou fazer em relação a nossa candidatura. A boa educação mineira só me orienta a desejar à presidente da República uma bela aposentadoria pelos próximos quatro anos”, declarou, sob fortes aplausos.

Disputa

Aécio reiterou ainda que, na disputa pela Presidência da República, não estão em jogo a vitória de um candidato, partido ou coligação.

“O que temos nas nossas mãos é uma oportunidade concreta de encerrar este ciclo perverso de governo, que tanto vem infelicitando a nação brasileira. A cada mentira e a cada infâmia espalhada pelo outro lado, eu responderei com a minha história de vida, e com uma verdade a cada momento. Isso nos diferenciará dos nossos adversários”, disse Aécio Neves.

12/06/2014 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

Dilma sofreu derrota com revolta da base aliada, diz Aécio

Aécio Neves: “A presidente deve dormir com enxaqueca. Ela sofreu uma fragorosa derrota na convenção do PMDB”, comentou.

Eleições 2014

Fonte: O Globo

Aécio diz que Dilma sofreu derrota com revolta da base aliada

Em lançamento de chapa com tucana para o governo de MG, Aécio afirmou que presidente ‘deve dormir com enxaqueca’

senador e presidenciável Aécio Neves (PSDB) ironizou o governo da presidente Dilma Rousseff em relação ao resultado da convenção do PMDB que decidiu apoiar o PT, apesar da fatia de 41% de peemedebistas terem sido contrários a renovação da aliança. Segundo AécioDilma deve ter sentido dor de cabeça por causa do posicionamento do PMDB, principal aliado da coalizão petista. Para AécioDilma ganhou mais tempo de TV, mesmo não tendo o que mostrar.

Leia também:

PMDB rachado mantém apoio a Dilma

– A presidente deve dormir com enxaqueca. Ela sofreu uma fragorosa derrota na convenção do PMDB. Depois de tudo que foi feito, da distribuição dos espaços ao PMDB no governo, no qual pelo menos um setor do PMDB manda mais que o próprio PT, a oposição à aliança tem mais de 40% dos votos. Para que tanto esforço para ganhar minutos natelevisão se esse governo não tem absolutamente nada para mostrar aos brasileiros a não ser falsas projeções, maquiagens fiscais, indicadores sociais e econômicos extremamente ruins? – ironizou.

Aécio participou nesta terça, em Belo Horizonte, da convenção do PSDB em Minas. O ato reuniu 19 partidos e serviu para oficializar a candidatura do ex-ministro Pimenta da Veiga ao governo de MinasPimenta terá como vice o presidente da Assembleia Legislativa mineira, Dinis Pinheiro (PP), e o ex-governador Antonio Anastasia (PSDB), que concorrerá ao senado. Dezenas de prefeitos, deputados e vereadores do interior participaram da convenção tucana.

DIVISÃO NO GOVERNO

Para Aécio, o PMDB vai entrar dividido na disputa eleitoral, apesar de o PT ter passado os últimos anos distribuindo cargos e cooptando aliados.

– Os peemedebistas estão vendo o que acontece com o Brasil, ninguém quer isso que está aí. O governo do PT é o governo da desesperança. O PMDB em vários estados estará próximo a nós. O resultado da convenção do PMDB é uma derrota de um governo que não teve limites para distribuir cargos. O governo há um ano só faz uma coisa: cooptar forças políticas para ela vença as eleições.

No palanque, o presidenciável tucano mandou um recado para a presidente:

– A boa educação mineira só me permite desejar a presidência uma boa aposentadoria nos últimos quatro anos, afirmou.

ELOGIOS A FH

Aécio acusou o governo petista de enganar a população com informações absurdas sobre a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso:

– O Brasil não merece uma presidente que faz uma comparação tão absurda quanto essa. O presidente Fernando Henrique quando ele deixou o governo a inflação era em torno de 12%. Sim. Mas quando ele assumiu o governo ela era de 916% ao ano e parte desses 12% foi em razão do efeito Lula. Em razão da eleição do presidente Lula que gerou descontrole econômico nos primeiros meses – defendeu Aécio.

12/06/2014 Posted by | Política | , , , , , | Deixe um comentário