Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Aécio: ‘É uma vergonha o Brasil ser administrado por quase 40 ministérios’

Aécio Neves atacou os governos do PT em entrevista de pouco mais de dez minutos à rádio do Mercadão de Madureira.

Eleições 2014

Fonte: O Tempo

Ministérios para ‘companheirada’

Aécio Neves se refere aos quase 40 órgãos como uma vergonha e promete cortar a metade

candidato do PSDB à Presidência da RepúblicaAécio Neves, atacou os governos do PT em entrevista de pouco mais de dez minutos à rádio do Mercadão de Madureira, tradicional centro de comércio popular da zona norte do Rio de Janeiro, na manhã de ontem. “Quem tem condições de derrotar o PT no segundo turno somos nós”, disse Aécio, sem citar a candidata do PSB, Marina Silva, segunda colocada nas pesquisas. “Me preparei para governar o Brasil e encerrar esse ciclo que está aí, de inflação alta, crescimento baixo e escândalos que não param”, afirmou o tucano.

Aécio voltou a defender na entrevista a redução da maioridade penal e o corte de metade dos ministérios. “Vou acabar com metade dos atuais ministérios. É uma vergonha o Brasil ser hoje administrado por quase 40 ministérios para atender à companheirada”, acusou.

O senador permaneceu por 50 minutos no Mercadão de Madureira, mas não percorreu os boxes. Apenas desceu para a rádio, que fica no subsolo, e depois foi embora. O candidato posou para fotos com eleitores e ganhou de um deles um chapéu panamá, que usou no compromisso de campanha. Ao sair, o senador entrou em um ônibus e presenteou o motorista com o chapéu.

Após uma chegada tumultuada ao mercadão, o candidato falou com os jornalistas em um espaço reservado da rádio local, ao lado de Francisco Dornelles (PP), candidato a vice-governador na chapa de Luiz Fernando Pezão, que tenta a reeleição, e também acompanhado por Índio da Costa, candidato a deputado federal pelo PSD.

Em relação à Marina Silva, Aécio afirmou que a candidata “não atingiu governabilidade”, enquanto o PSDB tem quadros “qualificados”, em uma referência a declarações de Marina, de que gostaria de “governar com os melhores”, independentemente de partido. “Ela fica buscando enxergar no terreno do vizinho o fruto mais vistoso para compor seu pomar”, disse.

Menos impostos. O candidato tucano voltou a falar ontem em simplificação do sistema tributário, caso seja eleito. Ele se referiu especialmente às micro e pequenas empresas. Segundo Aécio, são elas as que mais geram empregos. “Meu compromisso é com simplificação do sistema tributário, facilitando a vida de quem empreende”, disse.

O presidenciável voltou a prometer que, caso seja eleito, irá apresentar ao Congresso Nacional na primeira semana de seu governo um projeto de lei que simplifique impostos. Em discurso voltado à economia, Aécio falou em desburocratizar as empresas brasileiras para que os empreendedores se sintam estimulados a fazer investimentos.

Preços

Sob controle. O tucano disse que seu governo não permitirá um avanço intenso de preços. “Teremos tolerância zero com inflação, que infelizmente este governo permitiu que voltasse”, afirmou.

FHC ironiza Dilma em evento

Nobel. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ironizou a presidente Dilma ao falar para 1.200 empresários em Fortaleza. “Ela merece o Prêmio Nobel da Economia, pois conseguiu arrebentar tudo ao mesmo tempo. Isso é muito difícil de fazer em economia”, disse, sob aplausos. FHC criticou a passagem de Dilma pela ONU. “É triste quando a presidente do Brasil diz que vamos negociar com quem quer degolar”, disse, em referência ao grupo radical Estado Islâmico.]

Segundo turno. Ao lado do candidato ao Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), o ex-presidente FHC pediu votos para Aécio, mas admitiu que é difícil ele ir para o 2º turno. “Se fosse pelas qualidades dele, iria, mas a máquina federal está muito organizada para reeleger a presidente, e o apelo de Marina é forte. Infelizmente, o que vale agora é o ‘marquetismo’, que confunde tudo”. O ex-presidente tem sido um cabo eleitoral ativo de Aécio Neves.

Anúncios

02/10/2014 Posted by |  AÉCIO NEVES,  AÉCIO PROPOSTAS,  AECIO,  AECIO: PRESIDENTE 2014,  ELEIÇÕES 2014 | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Pimenta da Veiga quer ampliar dotação do Fundo Mineiro do Café

Caravana 45 esteve em Varginha, onde os candidatos receberam apoio de produtores locais, prejudicados pelo descaso do governo do PT.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Ao lado de Aécio Neves, Pimenta da Veiga afirma que vai dobrar dotação do Fundo Mineiro do Café

O candidato a governador Pimenta da Veiga e o candidato à Presidência da República Aécio Neves estiveram, neste sábado, no Sul de Minas Gerais, onde apresentaram propostas ousadas para impulsionar o agronegócio mineiro. Em encontro realizado na sede da Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Varginha, Aécio e Pimenta ouviram pleitos de produtores locais, que criticaram o descaso do governo federal do PT com o setor. Pimenta da Veiga afirmou que, se eleito, vai dobrar a dotação do Fundo Mineiro do Café.

“O café que é uma riqueza fundamental de Minas. Nós queremos muito desenvolver um plano que a curto prazo possa melhorar a tecnologia do plantio do café, que traga avanços significativos para a produtividade. Queremos também cuidar da parte de crédito e da política de comercialização. A longo prazo, é possível fazer um grande projeto para o beneficiamento do café aqui e ampliação do mercado de café solúvel brasileiro”, afirmou. Para Pimenta da Veiga, essas iniciativas exigirão uma grande união de esforços.

“Quanto ao Fundo Mineiro do Café, que tem uma dotação de R$ 100 milhões, eu quero, no primeiro ano de governo, fazer com que essa dotação esteja disponível e, ao longo do mandato, meu projeto é dobrar a dotação, porque isso poderá ser uma contribuição decisiva para que o café consiga o equilíbrio que precisa ter para o produtor. Tenho a certeza de que nós, no Governo de Minas, e Aécio Neves na Presidência da República, juntos, conseguiremos atingir a esses objetivos”, completou Pimenta.

Aécio Neves também destacou a importância do setor. Ao receber dos produtores locais uma carta de reivindicações, o presidenciável assegurou a criação de um plano nacional de fortalecimento do agronegócio. “Não existe nenhuma outra cultura onde a importância econômica possa se equivaler à importância social, como o café. Costuma-se dizer aqui que café no pé é sapato no pé, exatamente porque se o café vai bem, as pessoas vão bem e o Brasil não tem uma política séria, de médio e longo prazo, para o café”, explicou.

Segundo Aécio, seu grande esforço será assegurar o beneficiamento do café em solo brasileiro. “Eu conduzirei isso como presidente da República, como fiz inclusive quando era presidente da Câmara – última grande intervenção, que nos garantiu um planejamento para o setor, com preços, com garantias. Eu conduzirei essa política que estimule o produtor, que traga para o nosso país investimentos que permitam a industrialização e, portanto, a agregação de valor ao nosso café”, destacou, sendo aplaudido pelos produtores presentes.

O presidente do Centro de Comércio do Café, Archimedes Coli Neto, reafirmou seu apoio em Pimenta e Aécio, além de fazer duras críticas ao PT. “Em nome de todos os produtores de café eu quero dizer que não houve sequer uma política séria do governo do PT para o setor. O PT virou as costas para os produtores. Do solo de Minas vem a força do agronegócio brasileiro. E é de Minas, do povo de Minas, que virá a força que vai levar Pimenta da Veiga ao Governo do Estado e Aécio Neves à Presidência”, afirmou.

Minas concentra 50% da produção nacional de café e 54,2% da área cultivada no país, ou 1,2 milhão de hectares. O café tem como característica a bianualidade, ou seja, um ano a produção é alta e no outro, baixa. Em 2013, a produção nacional de café foi de 49,2 milhões de sacas. Em Minas, a produção foi de 27,6 milhões de sacas, ou, 56% do total. Em Minas, a estimativa para a safra 2013/2014 é de 22,62 milhões de sacas, que equivale a 50,1% do cafébrasileiro. O Sul de Minas é principal região produtora de café do Estado.

O Fundo Estadual de Café foi instituído em dezembro de 2012, por meio de decreto assinado pelo então governador e atual candidato a senador Antonio Anastasia. O fundo disponibiliza recursos do Tesouro Estadual, contribuindo para o desenvolvimento da cadeia produtiva docafé. O fundo conta com recursos reembolsáveis, para projetos individuais, e não reembolsáveis, para projetos de interesse coletivo. Além de verbas do Governo de Minas, o fundo conta com recursos do Crédito Presumido do Café, o ICMS presumido.

Caravana 45

Pimenta da Veiga e Aécio Neves desembarcaram em Varginha no início da tarde, levando a caravana 45. Eles foram recebidos no aeroporto da cidade por centenas de moradores e de lideranças políticas. De lá, seguiram para a sede da Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Varginha, onde conversaram com produtores locais. Ao lado de lideranças comunitárias, Pimenta e Aécio receberam inúmeras manifestações de carinho e apoio. Mais de 400 pessoas participaram do encontro, incluindo prefeitos e vereadores da região.

O prefeito de Varginha, Antônio Silva (PTB), convocou a todos para “arregaçar as mangas” nesta reta final de campanha. “Estamos diante da oportunidade de resgatar os valores morais que foram tão degradados pelo governo petista. Temos a oportunidade de levar os nossos jovens a recuperar as esperanças. Voltamos nosso olhar para MinasMinas não quer o PT. Vamos arregaçar as mangas. Temos a oportunidade de levar adiante esse governo eficiente e ético, com Pimenta e Aécio, para que Minas continue a avançar no caminho do desenvolvimento e das conquistas sociais”, afirmou.

Já Aécio Neves disse que o momento é de levar para urnas o sentimento das ruas. “Aqui emMinas Gerais a eleição de Pimenta da Veiga é absolutamente fundamental para o projeto de desenvolvimento econômico e social de Minas. Eu serei um grande parceiro, como presidente da República, de Pimenta da Veiga, para que, juntos, possamos fazer com que as promessas do governo federal, sucessivamente adiadas ao longo dos últimos 12 anos, possam se transformar em benefícios que melhorem a vida dos mineiros”, concluiu.

01/10/2014 Posted by | AÉCIO NEVES, Agricultura,  AÉCIO NEVES 2014,  AÉCIO PROPOSTAS,  AECIO: PRESIDENTE 2014,  ANASTASIA,  ANTONIO ANASTASIA,  DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO,  ELEIÇÕES 2014,  GOVERNO DE MINAS,  INFRAESTRUTURA,  MINAS GERAIS,  POLÍTICA,  SOCIAL, Desenvolvimento Social | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Compromisso de Aécio será renegociar as dívidas dos estados

Aécio Neves lembrou que foi um dos propositores para o estabelecimento de um novo indexador para as dívidas dos estados, quando era governador de Minas Gerais.

Eleições 2014

Fonte: Hoje em Dia

Renegociação das dívidas dos estados é compromisso, diz Aécio

O candidato do PSDB à Presidência da RepúblicaAécio Neves, afirmou nessa quinta-feira (25) que se for eleito será o presidente da renegociação da dívida dos estados. Em entrevista a uma rádio gaúcha, o tucano lembrou que foi um dos propositores para o estabelecimento de um novo indexador para essas dívidas, quando ainda era governador de Minas Gerais. E criticou a forma como o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) tratou essa questão, considerada por ele como crucial para os Estados equilibrarem as suas contas.

“A minha proposta, em primeiro lugar, é aprovar aquilo que está no Congresso Nacional e o governo do PT não permitiu que fosse aprovado. Falo da proposta de renegociação do indexador da dívida, que não pode continuar penalizando os Estados. Hoje, uma empresa amiga do poder vai ao BNDES e consegue um financiamento para os seus negócios em condições mais favoráveis do que os Estados têm para pagar sua dívida com a União”, argumentou.

O projeto de lei que estabelece novo indexador para as dívidas dos estados com a União está parado no Senado. Atualmente, as dívidas são corrigidas pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) mais juros de 6%, 7,5% ou 9% ao ano.

Com a aprovação do projeto, as dívidas serão corrigidas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mais 4% ou a taxa Selic, o que for menor. O projeto também autoriza a União a conceder desconto sobre os saldos devedores dos contratos.

O projeto foi apresentado pelo Poder Executivo e começou a tramitar na Câmara no início de 2013, sendo aprovado em 23 de outubro. Na Câmara, foi alterado para prever descontos nos estoques das dívidas, equivalentes à diferença entre o saldo devedor existente em 1º de janeiro de 2013 e aquele apurado com a aplicação da variação acumulada da taxa Selic desde a assinatura dos respectivos contratos.

No dia 5 de fevereiro, líderes partidários chegaram ao um acordo para que as emendas apresentadas pelo senador Randolfe Rodrigues fossem analisadas nas comissões para depois a proposta ser analisada no plenário.

Desonerações

“E vamos aprovar um projeto de minha autoria que impede que as desonerações feitas pelo governo federal impactem nas receitas de Estados e municípios.”, disse o tucano. “Quando se dá um desconto, uma desoneração de IPI ou de Imposto de Renda para determinado setor da economia, você impacta nas receitas dos municípios e dos Estados, porque o Imposto de Renda constitui o Fundo de Participação”, completou, ao lembrar que o governo federal só poderá fazer desonerações sobre a parcela de receitas da União, caso seja aprovado seu projeto.

Programa de governo

Aécio Neves decidiu lançar a versão completa de seu programa de governo no começo da semana que vem, a última antes do 1º turno das eleições. Segundo Arnaldo Madeira, coordenador do programa, o documento será anunciado em uma entrevista coletiva no comitê central tucano em São Paulo, na segunda, 29, ou terça-feira, 30.

“O programa está pronto faz tempo, mas faltava editá-lo para a apresentação final”, diz Madeira. O candidato chegou a anunciar em agosto que apresentaria suas propostas no começo de setembro, mas mudou de ideia depois da repercussão negativa em torno do programa de Marina Silva (PSB).

29/09/2014 Posted by |  AÉCIO NEVES,  AÉCIO NEVES: LÍDER DA OPOSIÇÃO,  AÉCIO PROPOSTAS,  AECIO: PRESIDENTE 2014,  ELEIÇÕES 2014,  GOVERNO DE MINAS,  MINAS GERAIS,  POLÍTICA,  PSDB | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

‘Governo do PT tratou o rio São Francisco com descaso’, lamentou Pimenta

“O São Francisco é um patrimônio nosso, de Minas, mas é um rio nacional, que atravessa 6 estados. Dilma registra o abandono” – diz Pimenta.

Governo do PT deficiente

Fonte: Pimenta 45

Pimenta lamenta descaso do governo do PT com o Rio São Francisco e anuncia programa de revitalização

Para o candidato a governador do PSDB, rio da integração nacional sofreu com obras bilionárias e inacabadas do governo federal

O candidato a governador de Minas Pimenta da Veiga conferiu de perto, nesta quinta-feira (25/09), a grave situação pela qual passa o Rio São Francisco em Pirapora, no Norte do Estado, e lamentou o descaso do governo federal do PT, que não investiu na revitalização do rio da integração nacional. Um dos patrimônios de Minas, o ‘Velho Chico’ enfrenta uma das piores secas de sua história e tem, inclusive, sua nascente ameaçada.

“O Rio São Francisco é um patrimônio nosso, de Minas, mas é um rio nacional, que atravessa seis estados. Portanto, é preciso registrar o absoluto abandono do governo federal em relação a ele. É incrível que estejam desviando águas do rio no Nordeste, antes de cuidar da revitalização. Estão fazendo uma obra bilionária, que começou em R$ 3 bilhões, já está em R$ 9 bilhões, e não sei em quanto vai parar, para desviar águas de um rio que precisa ser revitalizado. A verdade é que o governo do PT não tem prioridade, não sabe administrar o país e, ainda, é capaz de fazer com o Rio São Francisco isso que está fazendo”, salientou Pimenta da Veiga.

Durante a visita a Pirapora, ao lado do candidato a senador Antonio Anastasia, Pimenta anunciou que percorrerá nos próximos dias um trecho do São Francisco e afirmou que investirá fortemente na recuperação do rio, assim como foi feito nos últimos anos pelo Governo de Minas na recuperação do Rio das Velhas. O candidato ressaltou que R$ 1,3 bilhão já foram destinados pelo Estado à bacia do Rio das Velhas, um dos mais importantes rios de Minas.

“O Governo do Estado fará tudo o que for possível para recuperar o São Francisco. É preciso que todas as margens do rio e de seus afluentes estejam protegidas, e protegidas num amplo sentido. Primeiro, com a recuperação das matas ciliares e, depois, com o saneamento de todas as cidades do Vale do São Francisco. Em poucas palavras, repetir no Rio São Francisco o que fizemos no Rio das Velhas – que, aliás, é um grande tributário do Rio São Francisco”, garantiu Pimenta.

Além de investir na revitalização do rio, o candidato a governador enfatizou os compromissos para a região semiárida de Minas, que envolve as regiões Norte, Noroeste e vales do Jequitinhonha e Mucuri, para garantir o abastecimento da população nos longos períodos de seca. Pimenta reafirmou que o semiárido mineiro terá um projeto ousado, como nunca se viu no Estado.

“Vamos fazer em toda região do semiárido um programa de barragens de grande alcance. Estamos projetando algumas barragens grandes, vamos fazer um número muito expressivo de barragens médias e as barraginhas, e quero dizer aqui que o número é este mesmo, vamos fazer milhares de barraginhas, milhares, porque é uma maneira de atender a cada região, a cada pessoa, a cada casa e nós estamos concluindo um projeto como nunca se viu em Minas em relação a isso”, assumiu.

Pirapora transformada

O prefeito de Pirapora, Leo Silveira (licenciado do PSB), entusiasmado com a visita dos candidatos pela Coligação Todos por Minas, afirmou que o apoio a Pimenta e Anastasia se deve à gratidão por tudo o que o Governo de Minas realizou na cidade nos últimos anos, como o Centro de Convenções, Hospital, CTIs, Centro Viva Vida, asfalto, praças, sistema de bombeamento de água e diversas outras obras.

Na cidade, o Governo de Minas já investiu R$ 8,5 milhões no aeroporto, incluindo melhorias na pista de pouso e decolagem, intervenções no pátio principal, além da construção de uma estação de passageiros e seção de combate a incêndio. Também foram destinados R$ 4,4 milhões, entre 2006 e 2008, para a construção do Centro de Convenções José Geraldo Honorato Vieira – R$ 4,4. Além de repassar 13 viaturas à Polícia Militar, o Estado investiu R$ 1,6 milhão no Corpo de Bombeiros.

A saúde da população teve um salto de qualidade nos últimos anos. Minas implantou em Pirapora um Centro Viva Vida, sendo 1.108 gestantes atendidas pelo Mães de Minas, repassou R$ 5,5 milhões para o Hospital Dr. Moisés Magalhães Freire de R$ 5,416 milhões, além de promover mais de 53 mil atendimentos pelo Sistema Estadual de Transporte de Saúde e uma unidade do Farmácia de Minas em funcionamento.

“Toda a população tem enorme gratidão por tudo que Aécio e Anastasia fizeram por Pirapora e pela região. Isso nos dá esperanças sobre o que virá pela frente, por isso, apoiamos Pimenta da Veiga. Pimenta vai conduzir um programa de proteção às veredas, que são os berçários das águas do São Francisco, e vai estabelecer um grande sistema de hidrovia para ligar a nossa região ao Nordeste do Brasil. Temos plena confiança de que o Norte de Minas tem muito ganhar com as vitórias de Pimenta e Anastasia”, disse Leo Silveira.

25/09/2014 Posted by | Anastasia,  ANTONIO ANASTASIA,  ELEIÇÕES 2014,  GESTÃO DO PT,  GOVERNO DE MINAS, POLÍTICA | , , , , | Deixe um comentário

Aécio já é o segundo colocado em Santa Catarina

Pesquisa Ibope aponta que Dilma (PT) tem 36% das intenções de voto, Aécio Neves (PSDB) tem 25%, e Marina Silva (PSB) tem 19%.

Eleições 2014

Fonte: G1

Em Santa Catarina, Ibope aponta: Dilma, 36%, Aécio, 25%, e Marina, 19%

Instituto entrevistou eleitores entre os dias 21 e 23 de setembro.

Margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (24) aponta que Dilma (PT) tem 36% das intenções de votoAécio Neves (PSDB) tem 25%, e Marina Silva (PSB) tem 19% entre os eleitores de Santa Catarina na disputa pela Presidência da República.

Pastor Everaldo (PSC) aparece com 2%, Eduardo Jorge (PV) e  Luciana Genro (PSOL) aparecem com 1% cada. Brancos e nulos somam 4% e não sabem ou não responderam, 12%. Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iazi (PCB), Rui Costa Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU) não alcançaram 1%.

Veja os números do Ibope para pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada aos entrevistados) apenas no estado de Santa Catarina:

Dilma (PT): 36%

Aécio Neves (PSDB): 25%

Marina Silva (PSB):  19%

Pastor Everaldo (PSC): 2%

Eduardo Jorge (PV): 1%

Luciana Genro (PSOL): 1%

Outros com menos de 1%: 1%

Brancos e nulos: 4%

Não sabe ou não respondeu: 12%

No levantamento anterior, entre 14 e 16 de setembro, Dilma tinha 37%, Marina 24% e Aécio 20%. A pesquisa foi encomendada pelo Grupo RBS.

A pesquisa foi realizada entre os dias 21  e 23 de setembro. Foram entrevistados 1008 eleitores em 54 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) sob o número SC-00027/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00765/2014.

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (24) aponta que Dilma (PT) tem 36% das intenções de votoAécio Neves (PSDB) tem 25%, e Marina Silva (PSB) tem 19% entre os eleitores de Santa Catarina na disputa pela Presidência da República.

Pastor Everaldo (PSC) aparece com 2%, Eduardo Jorge (PV) e  Luciana Genro (PSOL) aparecem com 1% cada. Brancos e nulos somam 4% e não sabem ou não responderam, 12%. Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iazi (PCB), Rui Costa Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU) não alcançaram 1%.

Veja os números do Ibope para pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada aos entrevistados) apenas no estado de Santa Catarina:  

Dilma (PT): 36%

Aécio Neves (PSDB): 25%

Marina Silva (PSB):  19%

Pastor Everaldo (PSC): 2%

Eduardo Jorge (PV): 1%

Luciana Genro (PSOL): 1%

Outros com menos de 1%: 1%

Brancos e nulos: 4%

Não sabe ou não respondeu: 12%

No levantamento anterior, entre 14 e 16 de setembro, Dilma tinha 37%, Marina 24% e Aécio 20%. A pesquisa foi encomendada pelo Grupo RBS.

A pesquisa foi realizada entre os dias 21  e 23 de setembro. Foram entrevistados 1008 eleitores em 54 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) sob o número SC-00027/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00765/2014.

25/09/2014 Posted by | AÉCIO NEVES,  AÉCIO NEVES: LÍDER DA OPOSIÇÃO,  AÉCIO OPOSIÇÃO,  ELEIÇÕES 2014 | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

‘Nossa vitória é boa para o Brasil’, disse Aécio

Para Aécio Neves, “a onda da razão está chegando, e nós vamos colocar na reta final um pouco de emoção nesta onda da razão”.

Eleição 2014

Fonte: O Tempo

Depois da ‘onda da razão’, Aécio conta com volta da emoção

Candidato aproveitou que esteve no Rio de Janeiro nesta segunda, na gravação da sua participação como entrevistado do programa Bom Dia Brasil, que vai ao ar na manhã desta terça-feira (23), para fazer a declaração.

“Em todas as regiões do Brasil nossa candidatura vem crescendo. Recebo relatos de candidatos ao governo e Senado de todos os Estados. Há um sentimento de crescimento que nós temos que transformar no contingente necessário para chegar no segundo turno. A curva está aí. A onda da razão está chegando, e nós vamos colocar na reta final um pouco de emoção nesta onda da razão. A nossa vitória é boa para o Brasil”, disse o candidato.

Aécio esteve no Rio de Janeiro nesta segunda para gravar sua participação como entrevistado do programa Bom Dia Brasil, que vai ao ar na manhã desta terça-feira (23). Na entrevista, Aécio voltou às críticas contra a presidente Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva(PSB), as principais adversárias.

Na saída do prédio da TV Globo, no bairro do Jardim Botânico, na zona sul da capital fluminense, o tucano reforçou que “a presidente tem dificuldade muito grande de entender o que é Estado e o que é ação do seu governo”.

Sobre Marina, ele reiterou que seu programa de governo foi construído sob a marca do improviso e, por isso, expõe fragilidades. O seu próprio programa de governo, cujo lançamento já foi adiado, será apresentado nos próximos dias, de acordo com Aécio.

“Nos próximos dias, com diretrizes muito mais densas do que qualquer outro candidato. Não terá surpresas. Não será surpreendente, será coerente com o que acreditamos deva ser implementado no Brasil. O Brasil não merece mais quatro anos de improviso”, afirmou.

Na manhã desta terça-feira, Aécio seguirá em campanha no Rio de Janeiro. Ele vai atravessar a Baía de Guanabara em uma barca que faz o transporte regular de passageiros no local e participará de uma caminhada em Icaraí, bairro do município de Niterói.

24/09/2014 Posted by | AECIO,  AÉCIO NEVES,  ELEIÇÕES 2014 | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Pimentel se ausenta de debate promovido pela RedeTV

Pimenta da Veiga: “Estão circulando muitas denúncias contra ele (Pimentel). Não sei se está tentando se defender das denúncias”.

Eleições Minas Gerais

Fonte: Pimenta 45

Em debate na RedeTV, Pimenta da Veiga comprova que é o melhor para governar Minas Gerais

Pimenta questiona se ausência de candidato petista foi motivada pelas denúncias que fazem de Pimentel réu em cinco ações por corrupção

O candidato a governador pela Coligação Todos por MinasPimenta da Veiga, foi o grande vencedor do debate promovido na noite deste domingo (21/09) pela RedeTV em parceria com o portal iG. Pimenta demonstrou que é o candidato mais capacitado para governar o Estado – com foco no desenvolvimento socioeconômico de Minas e em melhorias na qualidade de vida do cidadão mineiro – e para ampliar os avanços conquistados nos últimos anos.

Pimenta da Veiga lamentou a ausência do candidato do PTFernando Pimentel, afirmando que o debate democrático é de fundamental importância para esclarecer o eleitor sobre as propostas de cada candidatura. “Estão circulando muitas denúncias contra ele. Não sei se está tentando se defender das denúncias. Vamos ver se ele vai participar de algum ato público amanhã (segunda-feira). Se participar, é sinal de que estava com receio de comparecer a este debate”, desafiou Pimenta.

A edição deste fim de semana da revista “Isto É” mostrou que o petista é acusado de desviar R$ 5 milhões dos cofres da Prefeitura de Belo Horizonte, em 2004, quando foi prefeito. Além disso, segundo o Portal Transparência Brasil, Pimentel é um dos candidatos a cargo majoritário com o maior número de ações judiciais no país. Ele é réu em cinco processos na Justiça por corrupção no exercício de função pública. A tribuna que seria usada por Fernando Pimentel permaneceu vazia, no palco, durante todo o evento.

O debate foi marcado pelo bom desempenho de Pimenta da Veiga. Ele reafirmou seus compromissos com as áreas consideradas prioritárias – infraestrutura, saúde, educação e segurança. Pimenta lembrou que o ensino fundamental de Minas é o melhor do país, segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), elaborado e divulgado pelo Ministério da Educação. Destacou ainda que Minas é o Estado que mais investe em segurança pública, proporcionalmente ao orçamento. Nos últimos anos, foram investidos R$ 43 bilhões na segurança dos mineiros. O candidato também lembrou que o próprio Ministério da Saúde atestou que Minas possui o melhor sistema de saúde pública da região Sudeste.

Em suas considerações finais, Pimenta afirmou que no dia 5 de outubro o eleitor terá que se decidir entre dois modelos de governo: “Ou nós vamos continuar em Minas a transformação iniciada há 12 anos, em que não se apontou um escândalo. Fizemos um governo austero e que fez muito, asfaltou milhares de quilômetros, cuidou bem da saúde, da educação, da segurança pública, e o jeito PT de governar, este que é um escândalo atrás do outro. Agora até os índices do IBGE estão sendo modificados. É grave, é muito grave”.

O debate foi apresentado pela jornalista Amanda Klein e contou com a participação dos jornalistas Rodrigo Cabral, Rodrigo de Almeida e Carla Kreefft.Realizado no Hotel Ouro Minas, em Belo Horizonte, o evento foi acompanhado ao vivo pela TV e internet.

23/09/2014 Posted by |  ELEIÇÕES 2014,  GOVERNO DE MINAS,  SAÚDE, CORRUPÇÃO | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

PSDB vai reforçar campanha de Pimenta no interior de Minas

Anastasia e Dinis Pinheiro serão responsáveis por divulgar e reforçar a imagem do candidato ao governo de Minas, Pimenta da Veiga.

Eleições 2014

Fonte: Hoje em Dia

PSDB intensificará campanha no interior de Minas

Patrícia Scofield

A menos de 20 dias para as eleições, a última tentativa do comando da campanha dePimenta da Veiga (PSDB) para reverter o segundo lugar na disputa pelo governo estadual será dividir as forças das principais lideranças em viagens pelo interior de Minas. O ex-governador Antonio Anastasia (PSDB) ficará incumbido de sair da Região Metropolitana com Pimenta para pedir votos e divulgar o nome do escolhido do presidenciável Aécio Neves (PSDB), e caberá ao candidato a vice, Dinis Pinheiro (PP), reforçar a imagem do ex-ministro de FHC nas cidades limítrofes a Belo Horizonte.

Outra estratégia, já para o programa eleitoral gratuito na TV, será mostrar pesquisas internas que mostram uma diferença de 9 pontos entre Pimenta e o candidato do PT, Fernando Pimentel.

O próprio Aécio estará em Minas por pelo menos duas vezes até a próxima semana, sendo uma delas no Vale do Aço, no próximo sábado. Como já publicado pelo Hoje em Dia, o senador focará suas atenções em Minas e em São Paulo, para não perder espaço em seu partido para 2018.

Aécio vai estar em algumas agendas, volta na semana que vem ao estado e tem a estratégia no interior também, para dividir as forças, cada um fazendo suas viagens. Dinis Pinheiro não está divulgando, mas ele está trabalhando muito na Região Metropolitana, já fez muitas viagens”, disse um interlocutor próximo ao comando da campanha de Pimenta da Veiga.

PESQUISA INTERNA

De acordo com um dos coordenadores da campanha do ex-ministro de FHC, deputado federal Nárcio Rodrigues (PSDB), uma de suas missões para reanimar a disputa de Pimenta aoPalácio Tiradentes será combater “pesquisas mentirosas” de intenção de voto.

Na última terça-feira, o Ibope divulgou que o tucano permanece com os 23% das intenções de voto, sem ter crescido sequer um ponto desde a última pesquisa do mesmo instituto, no dia 26 de agosto, desempenho negado pelo partido. No Datafolha de 11 de setembro, o último do levantamento desse instituto sobre a corrida estadual, a diferença de intenções de voto entre o petista e Pimenta foi de 11 pontos percentuais.

“Jamais o resultado vai ser assim, com uma distorção desse tamanho. Vamos levantar a realidade, porque o Ibope é campeão em ‘artificializar’ o resultado. Vamos mostrar, nos próximos dias, que temos pesquisas internas com 8 ou 9 pontos entre Pimenta e Pimentel e pontuar que o candidato do PT não é o dono dos votos de Minas”, comentou.

Nessa quarta-feira (17), Pimenta não teve agenda de campanha e, segundo sua assessoria, ele gravou programa eleitoral.

Carreata na Zona da Mata 

Pimenta da Veiga (PSDB) e Antonio Anastasia (PSDB) seguem para Ubá e Manhuaçu, na Zona da Mata, nesta quinta, onde farão carreata.

Na sexta-feita, o candidato ao Senado cumpre agenda em outras seis cidades, enquanto o postulante ao governo volta a BH para gravar programa eleitoral para a TV e para o rádio, além de acompanhar o presidenciável Aécio Neves durante agenda em Venda Nova, na capital.

No sábado, a previsão é de uma carreta nas cidades de Ipatinga, Timóteo e Coronel Fabriciano, com o candidato ao Planalto, no Vale do Aço, para ouvir as demandas da região e também gravar imagens para a televisão.

18/09/2014 Posted by | AECIO,  AÉCIO NEVES,  ANASTASIA,  ANTONIO ANASTASIA,  ELEIÇÕES 2014 | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Pimenta vai fortalecer ações realizadas pelo Igam

Pimenta disse que, para assegurar a preservação dos recursos hídricos mineiros, seu governo vai fortalecer as ações realizadas pelo Igam.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta da Veiga 45

Pimenta da Veiga defende parceria para garantir eficiência na gestão das águas

O candidato destacou a importância de ouvir as instituições envolvidas na gestão das águas em busca de soluções.

Candidato se reúne com Fórum Mineiro de Comitês de Bacias Hidrográficas e propõe fortalecimento do Igam para preservação dos recursos hídricos

O candidato a governador pela Coligação Todos por MinasPimenta da Veiga, se reuniu nesta segunda-feira (08/09) com representantes do Fórum Mineiro de Comitês de Bacias Hidrográficas, em Belo Horizonte, e se comprometeu a estreitar a parceria com o setor para garantir maior eficiência na gestão das águas no Estado. Pimenta disse que, para assegurar a preservação dos recursos hídricos mineiros, seu governo vai fortalecer as ações desenvolvidas pelo Instituto de Gestão das Águas (Igam).

“Eu quero verdadeiramente prestigiar o Igam, valorizá-lo ainda mais, porque nada é mais importante no Estado hoje, sobretudo em um Estado com as nossas características, do que oInstituto de Gestão das Águas. Isto é essencial já que Minas abriga algumas das principais bacias hidrográficas do país”, afirmou Pimenta. “O que deve ficar como regra é isso que repito com absoluta sinceridade: eu quero adotar os fóruns específicos para discussão dos problemas. Temos que estabelecer parcerias e o confronto de ideias. E é assim que nós vamos andar para a frente”, completou.

Pimenta recebeu do coordenador do Fórum dos Comitês das Bacias Hidrográficas, Hideraldo Buch, e do presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas, Marcus Vinicius Polignano, as principais demandas do setor. O candidato destacou a importância de ouvir as instituições envolvidas na gestão das águas em busca de soluções. “Temos que fazer as coisas de forma participativa. Então, estou certo que nós vamos ter uma boa parceria. Vamos conversar e decidir a cada episódio em conjunto”, disse Pimenta.

Outro foco do governo de Pimenta da Veiga será a expansão do serviço de saneamento básico em Minas Gerais para garantir melhores condições de vida para as pessoas. “Hoje o que se deseja é um respeito integral ao que a natureza fez. Sou absolutamente solidário com a ideia de que precisamos ter o controle da tecnologia para apoiar os nossos prefeitos na questão de gestão das águas e do saneamento básico, sempre com máxima atenção com relação à preservação do meio ambiente”, afirmou Pimenta.

10/09/2014 Posted by |  ELEIÇÕES 2014,  GOVERNO DE MINAS,  MINAS GERAIS, Cultura | , , , , , | Deixe um comentário