Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Minas Gerais: Aécio e aliados do PT questionam gestão de Fernando Pimentel

Pimentel quer responsabilizar tucanos pelo seu mal início de governo, CUT e Sind-Ute disparam contra o governador por ter loteado a Educação.

“Chega a ser patético esse discurso. Eu desejo que o governador Pimentel comece a governar, está na hora de parar de choramingar. Setores do PT vêm com esse discurso de [que a] responsabilidade [é] sempre dos governos anteriores”, afirmou senador Aécio Neves

Fonte: O Tempo 

Aécio e aliados do PT questionam gestão de Pimentel em Minas

Crise: Pimentel vem sendo cobrado por funcionários públicos e empresários que querem, respectivamente, os reajustes prometidos e as dívidas de obras pagas. Divulgação

GESTÃO

Fernando Pimentel vira alvo de aliados e tucanos

“Encontramos uma situação difícil do ponto de vista financeiro, orçamentário e também do ponto de vista de gestão. A gestão dos anos anteriores deixou muito a desejar”, afirmou Pimentel

Próximo de completar três meses de gestão, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), vê a lua de mel com aliados e a então relação cordial com o senador tucano Aécio Neves (PSDB) chegarem ao fim.

Apesar de argumentar que o Estado enfrenta dificuldades econômicas e pedir “compreensão”, o petista vem sendo cobrado por funcionários públicos e empresários que querem, respectivamente, os reajustes prometidos e as dívidas de obras pagas.

Como ainda não conseguiu aprovar o Orçamento de 2015 no Legislativo, o governo teve de suspender obras e pagamentos. Donos de construtoras, por exemplo, cobram pela imprensa um débito de R$ 500 milhões.

“Encontramos uma situação difícil do ponto de vista financeiro, orçamentário e também do ponto de vista de gestão. A gestão dos anos anteriores deixou muito a desejar”, afirmou Pimentel.

O fato de ele culpar a herança recebida das gestões anteriores levou Aécio, que governou Minas por oito anos e elegeu seu sucessor, Antonio Anastasia (PSDB), a deixar de lado a sua boa relação com o petista e reagir.

Menina dos olhos do PSDB mineiro, o “choque de gestão“, conjunto de medidas tomadas pelos governos tucanos para organizar as finanças e os programas do Estado, foi defendido por Aécio.

“Chega a ser patético esse discurso. Eu desejo que o governador Pimentel comece a governar, está na hora de parar de choramingar. Setores do PT vêm com esse discurso de [que a] responsabilidade [é] sempre dos governos anteriores”, afirmou o senador.

Minas Gerais foi um dos poucos Estados que passou para o sucessor o Estado cumprindo todos os seus compromissos”, completou o tucano.

Pimentel prometeu para os próximos dias um “balanço geral” da herança tucana, mas seu discurso não tem conseguido aplacar nem as críticas de aliados de primeira hora do PT, como o sindicato dos servidores da educação (Sind-UTE) e a CUT-MG.

As duas entidades são presididas por Beatriz Cerqueira, que começou acusando o governo, nas redes sociais, de “loteamento” na educação, “como fazia o PSDB“. A crítica já chegou às rádios, em forma de publicidade.

Cerqueira diz que o PT pratica o “neocoronelismo” e que a gestão está “comprando a sua governabilidade”.

O sindicato dos servidores cobra o pagamento do piso nacional de salários e a recomposição da carreira. Assembleia e paralisação estão marcadas para o dia 31.

Segundo o governo, não será possível pagar o piso nacional à categoria neste ano. Foi oferecido abono de R$ 160 a ser pago até abril de 2016.

A classe médica também pressiona por reajuste e melhoria das condições de trabalho –Pimentel cancelou um aumento de 5% concedido pelo governo anterior e diz que vai negociar caso a caso.

Anúncios

24/03/2015 Posted by | Aécio Neves, Política | , , , , , , | Deixe um comentário

PT censura repórteres e impede equipes credenciadas de cobrir ato de desagravo da CUT ao ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, réu no processo do Mensalão

Fonte: Portal da Imprensa e Rádio CBN

Jornalistas são barrados em homenagem da CUT a Delúbio Soares

Jornalistas foram proibidos pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) de acompanhar um ato de desagravo ao ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, réu no processo do Mensalão. O político foi homenageado antes da abertura da 13ª plenária nacional da entidade, na última terça-feira (4), em Guarulhos, na Grande São Paulo, com a presença de sindicalistas de todo o país.

A central, que é ligada ao PT, barrou a entrada de repórteres e expulsou a equipe da Folha de S.Paulo, que estava credenciada para acompanhar o evento. A CUT não explicou o motivo da proibição.
Se for condenado, Delúbio pode cumprir até 111 anos de prisão por, supostamente, ser o operador do Mensalão. Ele aproveitou para lançar um CD e um livreto com sua defesa no Supremo Tribunal Federal (STF).Com informações da agência Jornal Floripa.

Link do post: http://portalimprensa.uol.com.br/noticias/brasil/44918/jornalistas+sao+barrados+em+homenagem+da+cut+a+delubio+soares/

Fonte do PodcastÉpoca em Destaque com Eumano Silva e Adalberto Pioto – Rádio CBN

Ouça o comentário

[audio http://download.sgr.globo.com/sgr-mp3/cbn/2011/colunas/epoca_111005.mp3]

06/10/2011 Posted by | politica | , , , , , , , , , | Deixe um comentário