Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Aécio Neves : é hora de a “decência” voltar à vida pública

Aécio: declaração foi dada durante visita a Maceió no último final de semana. Presidenciável tucano faz giro pelo Nordeste.

Aécio: 2014

Fonte: O Globo

Aécio, sobre o PT: ‘Chega de engodo, chega de enrolação’

Senador afirma que é hora de o ciclo político mudar no país

O senador Aécio Neves (PSDB/MG) voltou a criticar o PT, sem citar o nome da presidente Dilma Rousseff. Ele afirmou que é hora de a “decência” voltar à vida pública. A declaração de Aécio foi dada durante visita a Maceió, neste sábado. O presidenciável tucano está fazendo um giro pelos estados nordestinos, região onde Dilma tem força eleitoral.

— Esse ciclo do PT tem que acabar em benefício não do PSDB ou de outro partido, mas da decência da vida pública. Chega de engodo, chega de enrolação — disse o mineiro.

Aécio afirmou ainda que, caso chegue à Presidência, dará prioridade às obras inacabadas. Ele citou a transposição do Rio São Francico e a Transnordestina.

— O Brasil não será mais um cemitério de obras inacabadas — disse.

Nos discursos, Aécio citou um tucano histórico, Mário Covas, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin e o de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB).

— Estamos preparados para qualquer debate. Na economia, somos responsáveis pela estabilidade econômica. Somos nós que privatizaos setores da economia, mas com responsabilidade.

Na entrevista coletiva, Aécio citou o governador de Pernambuco, também presidenciável, Eduardo Campos:

— Sempre tive uma boa relação com Eduardo Campos. Um nome importante. Não tenho dúvidas que temos a concepção de que o ciclo do governo do PT está encerrando.

Aécio Neves esteve em Salvador na sexta-feira. Na manhã de hoje, foi a principal estrela de encontro dos tucanos no Centro de Convenções Ruth Cardoso, em Maceió. O mais duro nos discursos foi o do ex-senador Tasso Jereissati:

— Esse governo não tem a menor vergonha de usar recursos públicos para esmagar adversários. O Cássio Cunha Lima (ex-governador da Paraíba) foi vítima deste governo despudorado. Em um governo que é dirigido não pelo ministro da Fazenda ou outras áreas, mas sim pelo agente de propaganda, quem toma decisão é o agente de publicidade — disse o ex-senador, citando Dilma uma única vez e arrematando:

— Funciona assim (neste governo): Podem roubar à vontade e contem comigo.

25/09/2013 Posted by | Eleições 2014, Política | , , , , , , | Deixe um comentário

Nordeste: Aécio busca programa alternativo para o Brasil

Aécio Neves trabalha em nova agenda para o Brasil. Senador esteve ontem em Salvador. Hoje em Maceió participa do encontro do PSDB.

Aécio Neves: Nordeste e 2014

Fonte: Jogo do Poder

Tucanos reúnem-se em Salvador

Visita antecede Encontro Regional do PSDB no Nordeste

Aécio Neves: nova agenda para o Brasil

presidente do PSDB, senador Aécio Neves, e as principais lideranças tucanas na Bahia encontraram-se, nesta sexta-feira (20/09), em Salvador (BA). Aécio Neves cumpriu agenda na capital baiana na véspera do encontro da região Nordeste que o partido realiza, neste sábado, em Maceió (AL), dando início à série de reuniões regionais que fará até o final do ano.

“É um prazer redobrado estar novamente na Bahia. Estamos acabando de chegar de uma visita à grande liderança política nacional, prefeito ACM Neto, e seguimos ainda hoje no final da noite para Maceió. Teremos amanhã o primeiro de vários encontros regionais que permitirão ao PSDB iniciar a construção de um projeto de país alternativo a este que está aí. O Brasil precisa de um projeto de país, até porque o PT abriu mão de ter este projeto, para se contentar em ter exclusivamente um projeto de poder”, afirmou o senador.

Também participaram do encontro o presidente do Democratas, senador Agripino Maia; o secretário-geral do PSDBdeputado federal Mendes Thame; o líder tucano no Senado, senador Aloysio Nunes; os deputados federais pela Bahia Antônio Imbassahy e Jutahy Júnior; o secretário-executivo do PSDB, João Almeida; e o secretário municipal de Urbanismo eTransporte, José Carlos Aleluia, entre outras lideranças.

Maceió

Neste sábado (21/09), as lideranças tucanas do Nordeste se reúnem em Maceió para debater as dificuldades enfrentadas pela população nos estados nordestinos e para formulação de propostas para construção de uma agenda a ser apresentada aos brasileiros em 2014.

Ao longo do ano, o PSDB também fará encontros regionais em Curitiba, Manaus e Goiânia.

“O papel da oposição, até pelas dificuldades que temos de externar as nossas posições, é este que estamos fazendo. Estou aqui como presidente partidário para discutirmos propostas para o Brasil. E não se faz isso de Brasília. Este primeiro encontro do Nordeste, em Maceió, será muito importante. Vamos estar em Curitiba, com grande encontro da região Sul, depois estaremos em Manaus com grande encontro da região Norte, depois em Goiânia, da região Centro-Oeste. Também faremos reuniões em São Paulo e em outros estados do Sudeste”, disse.

23/09/2013 Posted by | Eleições 2014, Política | , , , , , | Deixe um comentário

PT tem dificuldade de obter doações no nordeste

PT: campanhas no nordeste não decolam. Oposição está à frente em 6 capitais, sendo 4 delas com ao menos dez pontos percentuais de diferença para petistas.

PT: Eleições 2012

 PT: campanhas no nordeste não decolam

PT: patina no nordeste – Os levantamentos indicam que, apesar de ter candidato próprio em 7 das 9 capitais da região, em só uma, Recife, o partido lidera, com Humberto Costa, que no entanto caiu oito pontos percentuais desde o início da disputa.

Fonte: Erich Decat e Catia Seabra – Folha de S.Paulo

PT se preocupa com desempenho ruim no Nordeste

Apesar de ter candidato próprio em 7 das 9 capitais da região, partido só lidera em Recife, com Humberto Costa

PT – O baixo desempenho dos candidatos petistas em pesquisas eleitorais feitas no Nordeste acendeu o sinal de alerta na cúpula da sigla.

Os levantamentos indicam que, apesar de ter candidato próprio em 7 das 9 capitais da região, em só uma, Recife, o partido lidera, com Humberto Costa, que no entanto caiu oito pontos percentuais desde o início da disputa.

Nas outras duas capitais, os candidatos apoiados pelo PT também enfrentam dificuldades. Em Maceió, o pedetista Ronaldo Lessa está em empate técnico com o tucano Rui Palmeira. Em Aracaju, Valadares Filho (PSB) está mais de 40 pontos atrás de João Alves Filho (DEM).

Se as posições das pesquisas forem corroboradas nas urnas, o resultado deste ano será ainda pior que o do pleito municipal anterior, em 2008, quando o PT lançou nomes em sete capitais e venceu em duas (Recife e Fortaleza).

Ainda assim, naquele ano, passado o segundo turno, sete das nove capitais terminaram nas mãos de partidos da base aliada. Hoje, segundo os levantamentos, a oposição lidera em quatro capitais com ao menos dez pontos de diferença. Em outras duas, está na frente, mas com vantagens menores.

A importância estratégica do Nordeste se evidenciou na eleição presidencial, na qual Dilma venceu em todos os Estados da região e conquistou 18 milhões de votos, mais que o dobro do tucano José Serra.

O PT não aponta causas para o atual cenário, mas alguns fatores ajudam a explicá-lo.

Nelson Pelegrino, candidato petista em Salvador, não decola devido ao efeito negativo das greves dos professores no Estado comandado por Jaques Wagner (PT), segundo integrantes do partido.

No Recife, o efeito do racha entre PT e PSB, do governador Eduardo Campos, é tido como um dos elementos da queda de Humberto Costa.

Já o candidato do partido em Fortaleza, Elmano de Freitas, passaria pelo mesmo problema de Fernando Haddad em São Paulo: ainda não é conhecido pelos eleitores.

MOBILIZAÇÃO
A conjuntura foi apresentada nesta semana em reunião da cúpula do PT em São Paulo, quando o comando do partido se debruçou sobre dados das disputas em todo o país.

“Temos de mobilizar as lideranças para fazer acompanhamento minucioso e tentar reverter alguns cenários”, disse o coordenador da bancada do Nordeste e vice-presidente do PT, José Guimarães (CE). “Temos potencial, mas os candidatos ainda não decolaram. Não deixa de ser um sinal de alerta.”

Antes disposto a atuar apenas em algumas cidades – como São Paulo, Recife e Belo Horizonte – o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi recrutado para ajudar Pelegrino na Bahia.

Também serão convocados a participar das campanhas na região os ministros Alexandre Padilha (Saúde), Paulo Bernardo (Comunicação) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil).

PT: nordeste – Link da matéria: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/63011-pt-se-preocupa-com-desempenho-ruim-no-nordeste.shtml

29/08/2012 Posted by | Política Tributária | , , , , , , , , , , , | Comentários desativados em PT tem dificuldade de obter doações no nordeste

PT tem dificuldade de obter doações no nordeste

PT: campanhas no nordeste não decolam. Oposição está à frente em 6 capitais, sendo 4 delas com ao menos dez pontos percentuais de diferença para petistas.

PT: Eleições 2012

 PT: campanhas no nordeste não decolam

PT: patina no nordeste – Os levantamentos indicam que, apesar de ter candidato próprio em 7 das 9 capitais da região, em só uma, Recife, o partido lidera, com Humberto Costa, que no entanto caiu oito pontos percentuais desde o início da disputa.

Fonte: Erich Decat e Catia Seabra – Folha de S.Paulo

PT se preocupa com desempenho ruim no Nordeste

Apesar de ter candidato próprio em 7 das 9 capitais da região, partido só lidera em Recife, com Humberto Costa

PT – O baixo desempenho dos candidatos petistas em pesquisas eleitorais feitas no Nordeste acendeu o sinal de alerta na cúpula da sigla.

Os levantamentos indicam que, apesar de ter candidato próprio em 7 das 9 capitais da região, em só uma, Recife, o partido lidera, com Humberto Costa, que no entanto caiu oito pontos percentuais desde o início da disputa.

Nas outras duas capitais, os candidatos apoiados pelo PT também enfrentam dificuldades. Em Maceió, o pedetista Ronaldo Lessa está em empate técnico com o tucano Rui Palmeira. Em Aracaju, Valadares Filho (PSB) está mais de 40 pontos atrás de João Alves Filho (DEM).

Se as posições das pesquisas forem corroboradas nas urnas, o resultado deste ano será ainda pior que o do pleito municipal anterior, em 2008, quando o PT lançou nomes em sete capitais e venceu em duas (Recife e Fortaleza).

Ainda assim, naquele ano, passado o segundo turno, sete das nove capitais terminaram nas mãos de partidos da base aliada. Hoje, segundo os levantamentos, a oposição lidera em quatro capitais com ao menos dez pontos de diferença. Em outras duas, está na frente, mas com vantagens menores.

A importância estratégica do Nordeste se evidenciou na eleição presidencial, na qual Dilma venceu em todos os Estados da região e conquistou 18 milhões de votos, mais que o dobro do tucano José Serra.

O PT não aponta causas para o atual cenário, mas alguns fatores ajudam a explicá-lo.

Nelson Pelegrino, candidato petista em Salvador, não decola devido ao efeito negativo das greves dos professores no Estado comandado por Jaques Wagner (PT), segundo integrantes do partido.

No Recife, o efeito do racha entre PT e PSB, do governador Eduardo Campos, é tido como um dos elementos da queda de Humberto Costa.

Já o candidato do partido em Fortaleza, Elmano de Freitas, passaria pelo mesmo problema de Fernando Haddad em São Paulo: ainda não é conhecido pelos eleitores.

MOBILIZAÇÃO
A conjuntura foi apresentada nesta semana em reunião da cúpula do PT em São Paulo, quando o comando do partido se debruçou sobre dados das disputas em todo o país.

“Temos de mobilizar as lideranças para fazer acompanhamento minucioso e tentar reverter alguns cenários”, disse o coordenador da bancada do Nordeste e vice-presidente do PT, José Guimarães (CE). “Temos potencial, mas os candidatos ainda não decolaram. Não deixa de ser um sinal de alerta.”

Antes disposto a atuar apenas em algumas cidades – como São Paulo, Recife e Belo Horizonte – o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi recrutado para ajudar Pelegrino na Bahia.

Também serão convocados a participar das campanhas na região os ministros Alexandre Padilha (Saúde), Paulo Bernardo (Comunicação) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil).

PT: nordeste – Link da matéria: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/63011-pt-se-preocupa-com-desempenho-ruim-no-nordeste.shtml

29/08/2012 Posted by | Política Tributária | , , , , , , , , , , , | Comentários desativados em PT tem dificuldade de obter doações no nordeste