Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Gestão deficiente: Governo do PT não apoia, mas Minas cresce

Gestão deficiente do Governo do PT não manda verbas. Mesmo assim Minas crescerá acima da média nacional, mesmo patamar de 2002 a 2010.

Gestão deficiente: PT

Por Turma do Chapéu

Dilma Rousseff

A gestão deficiente do PT tem causado enormes prejuízos para os estados brasileiros, apesar de alguns deles, por esforços de seus governos estaduais, consigam se destacar, como é o caso de Minas Gerais, que obteve um crescimento superior à média nacional entre 2002 e 2010, conforme levantamento divulgado recentemente pelo IBGE.

Além da falta de compromisso com a transparência em relação aos recursos públicos, refletida em obras inacabadas, como o caso da transposição do Rio São Francisco, ou na incapacidade gerencial, que gera processo licitatório cheio de falhas, como o de ampliação do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, o governo federal também tem se negado a repassar recursos garantidos aos estados. Exemplos típicos de uma gestão deficiente

Outra questão que enfatiza a gestão deficiente do PT é o contingenciamento das emendas previstas na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2012. Mais da metade dos estados brasileiros – 14 no total – não receberam um centavo dos R$ 5 bilhões previstos. E mesmo os estados que conseguiram a liberação de algum repasse, se viram à míngua: apenas 4,3% do total previsto para eles foi aprovado.

Leia também:

Este é mais um exemplo de como o PT, mesmo tendo uma gestão deficiente no governo federal, ainda se nega a apoiar os demais entes federados na execução de obras fundamentais para o desenvolvimento social do país.

Sistematicamente, o governo federal tem tomado atitude que centralizam ainda mais os recursos em poder da União, arrochando estados e municípios. Os estados que ainda conseguem se destacar graças a ações inovadoras de gestores regionais, o fazem mais por sua pujança econômica e por não esperarem a boa vontade partidária do PT.

Quando um estado como Minas Gerais, governado pelo PSDB há 12 anos, obtém um crescimento de seu PIB acima da média nacional – conforme levantamento divulgado pelo IBGE -, mesmo sendo oposição à gestão deficiente do PT, fica o exercício de pensamento: imaginem se um estado eficiente como este ainda pudesse contar com os repasses contingenciados pelo governo federal e que são seus por direito?

Anúncios

28/11/2012 Posted by | Gestão em Minas, gestão pública | , , , , | Comentários desativados em Gestão deficiente: Governo do PT não apoia, mas Minas cresce

Aécio Neves comemora recorde do PIB de Minas superior ao nacional

Fontes: Assessoria de Comunicação FJP e Agência Minas

Ex-governador destaca vigor do Estado no apoio à economia mineira e a liderança firme de Anastasia

O senador Aécio Neves comemorou nesta quarta-feira (16/03), em Brasília, o recorde do PIB alcançado pelo Estado em 2010. O ex-governador de Minas disse que o crescimento de 10,9% da economia mineira, o maior em 15 anos e superior ao PIB nacional de 7,5%, demonstra o vigor do Estado no apoio à atividade econômica e a recuperação da crise mundial de 2009. O PIB de Minas no ano passado superou o resultado registrado nos estados brasileiros e até mesmo na China (10,3%) e na Índia (8,6%).

“É a melhor notícia que poderíamos ter. Significa que o crescimento de todas as riquezas de nosso Estado alcançou 10.9% contra um PIB nacional de 7.5%, comemorado com toda pompa pelo governo federal. Isso significa que nós estamos no caminho certo em Minas Gerais. Significa mais empregos gerados em todas as regiões do Estado e Minas liderando o ranking da economia nacional”, disse o ex-governador.

Ele destacou que Minas tem se consolidado como modelo de gestão eficiente e de resultados, e destacou a liderança e a capacidade do governador Antonio Anastasia. Os principais indicadores do PIB foram anunciados pelo governador na manhã de hoje, a partir do estudo realizado pelo Centro de Estatísticas e Informações da Fundação João Pinheiro (FJP).

“É uma notícia que nos anima muito e nos aponta o caminho da seriedade, da administração austera que o governador Anastasia vem fazendo, dando prosseguimento a tudo aquilo que nós introduzimos como novo modo de operar e de gerir o Estado durante os oito anos que governei Minas Gerais. Portanto, acho que Minas Gerais é cada vez mais exemplo para o Brasil de gestão eficiente e de resultados”, afirmou Aécio Neves.

Minas superando resultados nacionais

O estudo do FJP pontou que a expansão do emprego, da massa salarial e da oferta de crédito no Estado, ao impulsionarem o mercado interno, foram fundamentais para o crescimento do nível de atividade econômica de Minas em 2010. No quarto trimestre do ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, a taxa de crescimento do PIB estadual foi de 6,7%.

O levantamento mostrou ainda que o contínuo aumento da demanda internacional por produtos da pauta de exportações mineira, junto com a valorização de produtos siderúrgicos, commodities agrícolas e minério de ferro, também contribuíram para o resultado. O valor adicionado bruto da economia mineira aumentou 9,7% em 2010, enquanto, no país, o crescimento foi de 6,7%.

Segundo a FJP, em comparação aos resultados dos três primeiros trimestres de 2010, tanto para Minas Gerais, quanto para o Brasil, houve desaquecimento da atividade econômica. Mesmo assim, o valor adicionado bruto total de Minas Gerais foi 7,0% maior no último trimestre de 2010 se comparado ao mesmo período de 2009 e manteve expansão acima da observada na economia nacional (4,2%).

Informações dos respectivos institutos de estatísticas dos estados mostram que as variações percentuais dos PIBs trimestrais em relação aos quatro trimestres anteriores foram os seguintes: São Paulo 3o Trimestre/2010 – 7,8%. Pernambuco 4o Trimestre/2010 – 9,3%. Bahia 4o Trimestre/2010 – 7,5%, Rio Grande do Sul 4o Trimestre/2010 – 7,8% e Ceará 3o Trimestre/2010 – 7,4%

16/03/2011 Posted by | Aécio Cunha, Aécio Neves, Antonio Anastasia, gestão, Senador Aécio Neves | , , , , , , , , | Deixe um comentário