Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Pimenta propõe criação de Núcleo Estratégico para desenvolvimento

Pimenta se reuniu com entidades empresariais e garantiu parceria com o setor produtivo para geração de emprego e renda no estado.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Pimenta da Veiga vai criar núcleo estratégico para nova fase de crescimento econômico em Minas

O candidato a governador pela Coligação Todos por MinasPimenta da Veiga, anunciou nesta segunda-feira (15/09) a criação de um núcleo estratégico, voltado ao desenvolvimento do setor produtivo mineiro, para impulsionar o crescimento econômico do Estado. Durante evento realizado na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), ele explicou que este núcleo vai integrar esforços do poder público, aliado ao setor produtivo mineiro.

“Nós queremos fazer uma parceria com a Fiemg, com a CDL e com o Indi (Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas) para criar um núcleo estratégico para discutir em detalhes os rumos da economia mineira. Mas é evidente que alguns pontos estão claros:Minas é um Estado logístico. Por aqui passa grande parte da produção nacional, vinda do Sul para o Centro-Oeste, para o Norte e para o Nordeste. Minas tem que se prevalecer disso, não pode ser apenas passagem. Vamos fazer disso um ponto positivo”, afirmou.

Ainda segundo Pimenta, este grupo estratégico será criado logo nos primeiros dias de seu governo. O colegiado terá como fundamentos principais diagnosticar detalhadamente todo o setor industrial mineiro e, a partir daí, estabelecer um calendário de planejamento e metas. Este conjunto de ações tem como objetivo consolidar o Estado como polo de inovação. “Para isso, as empresas precisam ter todo o apoio, de modo que a economia mineira dê um grande passo à frente, para criar um polo de inovação que pode ser definitivo no nosso desenvolvimento”, explicou Pimenta da Veiga.

O candidato afirmou, ainda, que o grupo estratégico será norteado por ações de desburocratização da economia. Para Pimenta, os investimentos em educação e logística também contribuirão significativamente para impulsionar o setor. “O desenvolvimento da educação e da infraestrutura vão estimular a nossa economia. Este núcleo vai pensar tudo isso para que venham as indicações do que faremos na questão tributária e nas ações de governo. Nós vamos fazer com que Minas seja conhecida como o Estado da inovação”, disse, sendo aplaudido pelos representantes de entidades empresariais presentes à reunião.

A proposta apresentada por Pimenta da Veiga recebeu elogios do presidente da CDL-BH, Bruno Falci. Segundo o dirigente, a união de esforços entre o poder público e o setor privado é essencial para fortalecer o desenvolvimento do Estado. “Gostei muito da colocação dele, de que temos que trabalhar juntos, isso é fundamental para a economia de Minas Gerais, afinal os grandes números somos nós que representamos. O Governo do Estado não produz, quem produz somos nós empresários. Então, temos que estar muito bem alinhados, como ele mesmo disse”, destacou Bruno Falci.

Fortalecimento da economia

Pimenta se reuniu, nesta tarde, com dirigentes de entidades empresariais, na sede da CDL-BH. No encontro, ele assegurou discutir medidas para fortalecer a produção industrial. “A indústria de transformação tem uma participação maior no ICMS, chega a 40%. Portanto, deve merecer grande atenção do governo. A questão é tributária? É logística, é tecnológica, é de crédito? Tenho uma visão definitiva: Minas não pode perder uma empresa sequer, tem é que trazer muitas empresas. O patamar que a economia de Minas atingiu é muito bom, mas podemos avançar mais e é o que vamos fazer”, destacou.

Anúncios

17/09/2014 Posted by | DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, DESTAQUE, EDUCAÇÃO, ELEIÇÕES 2014, infraestrutura, Minas Gerais | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Aécio garante que Pimenta vai conduzir Minas ao desenvolvimento social

Pimenta da Veiga vai conduzir ciclo virtuoso de crescimento e desenvolvimento social em Minas, garante Aécio Neves.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Pimenta da Veiga vai conduzir ciclo de crescimento e desenvolvimento social, garante Aécio

Carreata da vitória reuniu milhares de apoiadores neste sábado em Belo Horizonte; candidatos também fizeram caminhada pelas ruas da cidade

Milhares de pessoas participaram neste sábado (13/09), em Belo Horizonte, da grande carreata da vitória de Pimenta da Veiga ao Governo de MinasAécio Neves para a Presidência e Antonio Anastasia ao Senado. A caravana percorreu a Avenida Afonso Pena, desde a Praça do Papa até a Praça Sete. Por onde passaram, Pimenta, Aécio, Anastasia e o candidato a vice-governador Dinis Pinheiro receberam o carinho de populares, comerciantes e motoristas, que acompanharam a carreata com um buzinaço.

Aécio reafirmou sua convicção na vitória de Pimenta, destacando que o eleitor mineiro vai se decidir pelo caminho que impulsionará o desenvolvimento social do Estado. “Nossa experiência, a nossa competência, a nossa equipe – e aqui estão Anastasia, Pimenta, gente qualificadíssima pelo Brasil afora – está à disposição do Brasil. Nós temos uma seleção nacional para permitir um ciclo virtuoso de crescimento e desenvolvimento social. Quem tem uma seleção escalada e pronta para entrar em campo, não vai querer jogar com um time de segunda divisão”, destacou Aécio.

Pimenta da Veiga também destacou o apoio que vem recebendo em todo o Estado e classificou a carreata realizada neste sábado como “o caminho da vitória”. “Estamos, com esse grande encontro, consolidando a nossa vitória. Eu estou absolutamente tranquilo de que nós vamos ganhar e ganhar bem”, afirmou o candidato, que também participou de caminhadas com Aécio e Anastasia, na Praça do Papa e na Praça Sete, no centro da Capital. “São lindas caminhadas. Este é o início da nossa vitória”, completou Pimenta da Veiga.

Ainda segundo Aécio, a grande inspiração para a vitória emana do povo mineiro. “Estamos iniciando essa caminhada para a reta final da campanha extremamente otimistas, porque chegou a hora da grande virada, chegou a hora da onda da razão e eu tenho convicção de que Pimenta da Veiga e Anastasia vencerão as eleições em Minas Gerais e nós vamos para o segundo turno. Por isso, vamos até o final, buscando inspiração aqui pela Praça do Papa e vamos percorrer Belo Horizonte, dizendo que a virada começa em Minas”, disse.

Carreata da Vitória

Uma multidão tomou a Praça do Papa, no bairro Mangabeiras, em Belo Horizonte, na manhã deste sábado. O local foi ponto de encontro para o início da maior carreata já feita em todo o Estado. Em carro aberto, Pimenta da Veiga, Aécio Neves, Antonio Anastasia e Dinis Pinheiro, sob uma chuva de papel picado, percorreram quase toda Avenida Afonso Pena, uma das principais da capital mineira, acenando e cumprimentando populares.

Do alto dos prédios, moradores e trabalhadores acenavam de suas varandas e janelas, exibindo faixas de apoio. Milhares de pessoas, que acompanharam a caravana, comandaram um bandeiraço e adesivaço, entoando o jingle da campanha. Populares se aproximavam e vários acompanharam, a pé, a carreata. De um trio elétrico, o grupo “Moleques de Aécio”, de Governador Valadares, comandou parte da festa, cantando um funk que fizeram em prol do candidato à Presidência pela Coligação Muda Brasil.

Próximo à Praça Sete, no centro de Belo Horizonte, os candidatos da Coligação Todos por Minas desceram do carro e, junto a milhares de pessoas, caminharam ao lado de populares. Ao lado de dezenas de jovens, os candidatos ergueram e agitaram uma enorme bandeira do Brasil. Aécio e Pimenta foram carregados nos ombros por eleitores, em clima de vitória.

Antecedendo a carreata, os candidatos assinaram o Pacto pela Juventude e pela Igualdade Racial. Representantes do Tucanafro e centenas de jovens aplaudiram a iniciativa e entoaram hinos de apoio aos candidatos que, segundo eles, são os únicos capazes de fazer com que o Brasil e Minas avancem. Para Antonio Anastasia, a parceria com a sociedade mineira é o grande trunfo da Coligação Todos por Minas. “Nossa vitória será a vitória do eleitor e, fundamentalmente, a vitória da ética, da eficiência. Por isso, o mineiro vai com Aécio, Pimenta e comigo”, destacou Anastasia.

16/09/2014 Posted by | AECIO,  AÉCIO NEVES,  ANASTASIA,  ANTONIO ANASTASIA | , , , , , , , , | Deixe um comentário

PSDB mostra em TV, candidato petista ao lado de Newton Cardoso

A imagem é uma cena da festa de aniversário de 76 anos de Newton Cardoso, em maio deste ano, a qual Pimentel esteve presente.

Fonte: O Tempo

PSDB usa Newton Cardoso para atacar Pimentel

Ao mostrar Newtão –apelido que ganhou pelo porte físico–, o partido tenta colar no petista a marca de ter aliados polêmicos e com alta rejeição

DA REDAÇÃO

O deputado federal Newton Cardoso (PMDB), ex-governador de Minas Gerais, está de volta à cena eleitoral mineira, mesmo não sendo candidato neste ano.

candidato do PSDB ao governo, Pimenta da Veiga, começou a exibir em inserções na TV imagens de Cardoso com o candidato petista Fernando Pimentel, em tentativa de provocar desgaste ao PT.

A imagem é uma cena da festa de aniversário de 76 anos de Newton Cardoso, em maio deste ano, a qual Pimentel esteve presente.

Ao mostrar Newtão –apelido que ganhou pelo porte físico–, o PSDB tenta colar em Pimentel a marca de ter aliados polêmicos e com alta rejeição.

Newton Cardoso ironizou a aparição. Disse que recebeu telefonemas parabenizando-o pela menção na propaganda tucana e afirmou que Pimentel ganhará votos com isso.

“Vai aumentar muitos os votos do Pimentel. Isso é bom demais. Esse Pimenta é meu desafeto, eu o derrotei na convenção [para escolha do candidato do PMDB ao governo mineiro de 1986]. Eles são burros demais”, afirmou.

Newtão disse que sua rivalidade com os tucanos, em especial com Pimenta, explica a aparição. “É coisa pessoal comigo.”

E provocou: “Sou sempre eleito com muitos votos, [tenho] prestígio muito alto. E o primeiro asfalto que fiz aqui em Minas é metade do preço do asfalto do PSDB. Só tem ladrão ali.”

Milionário, o ex-governador ficou conhecido pelo estilo “trator”, de “atropelo” aos adversários.

Ao longo da sua vida política, porém, sempre contestou o sentido dessa denominação ao dizer que é chamado de “trator” porque sempre realizou muitas obras.

De saída da vida pública, Cardoso agora tenta manter o legado político com o filho Newton Cardoso Júnior, candidato a deputado federal pelo PMDB.

Afirmou que tem recorrido a prefeitos da sua base eleitoral para ajudar o filho e calcula que ele irá vai se eleger com “mais de 140 mil votos”. Pai e filho apoiam a tentativa de reeleição da presidente Dilma Rousseff.

11/09/2014 Posted by | ELEIÇÕES 2014, PSDB | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Pimenta vai fortalecer ações realizadas pelo Igam

Pimenta disse que, para assegurar a preservação dos recursos hídricos mineiros, seu governo vai fortalecer as ações realizadas pelo Igam.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta da Veiga 45

Pimenta da Veiga defende parceria para garantir eficiência na gestão das águas

O candidato destacou a importância de ouvir as instituições envolvidas na gestão das águas em busca de soluções.

Candidato se reúne com Fórum Mineiro de Comitês de Bacias Hidrográficas e propõe fortalecimento do Igam para preservação dos recursos hídricos

O candidato a governador pela Coligação Todos por MinasPimenta da Veiga, se reuniu nesta segunda-feira (08/09) com representantes do Fórum Mineiro de Comitês de Bacias Hidrográficas, em Belo Horizonte, e se comprometeu a estreitar a parceria com o setor para garantir maior eficiência na gestão das águas no Estado. Pimenta disse que, para assegurar a preservação dos recursos hídricos mineiros, seu governo vai fortalecer as ações desenvolvidas pelo Instituto de Gestão das Águas (Igam).

“Eu quero verdadeiramente prestigiar o Igam, valorizá-lo ainda mais, porque nada é mais importante no Estado hoje, sobretudo em um Estado com as nossas características, do que oInstituto de Gestão das Águas. Isto é essencial já que Minas abriga algumas das principais bacias hidrográficas do país”, afirmou Pimenta. “O que deve ficar como regra é isso que repito com absoluta sinceridade: eu quero adotar os fóruns específicos para discussão dos problemas. Temos que estabelecer parcerias e o confronto de ideias. E é assim que nós vamos andar para a frente”, completou.

Pimenta recebeu do coordenador do Fórum dos Comitês das Bacias Hidrográficas, Hideraldo Buch, e do presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas, Marcus Vinicius Polignano, as principais demandas do setor. O candidato destacou a importância de ouvir as instituições envolvidas na gestão das águas em busca de soluções. “Temos que fazer as coisas de forma participativa. Então, estou certo que nós vamos ter uma boa parceria. Vamos conversar e decidir a cada episódio em conjunto”, disse Pimenta.

Outro foco do governo de Pimenta da Veiga será a expansão do serviço de saneamento básico em Minas Gerais para garantir melhores condições de vida para as pessoas. “Hoje o que se deseja é um respeito integral ao que a natureza fez. Sou absolutamente solidário com a ideia de que precisamos ter o controle da tecnologia para apoiar os nossos prefeitos na questão de gestão das águas e do saneamento básico, sempre com máxima atenção com relação à preservação do meio ambiente”, afirmou Pimenta.

10/09/2014 Posted by |  ELEIÇÕES 2014,  GOVERNO DE MINAS,  MINAS GERAIS, Cultura | , , , , , | Deixe um comentário

Coligação ‘Todos por Minas’ faz ação contra a corrupção

Mobilização na avenida Afonso Pena mostra indignação dos mineiros com denúncias de falcatrua na Petrobras envolvendo PT e aliados.

Ato contra corrupção

Fonte: Pimenta 45 

Apoiadores de Pimenta da Veiga varrem Avenida Afonso Pena em ato contra corrupção

Mobilização em Belo Horizonte, após desfile de 7 de Setembro, mostra indignação dos mineiros com denúncias de falcatrua na Petrobras envolvendo PT e aliados

Mobilização realizada neste domingo (07/09) no Centro de Belo Horizonte promoveu a varrição da Avenida Afonso Pena. O grupo, formado principalmente por voluntários dos comitês de campanha do candidato a governador pela Coligação Todos por MinasPimenta da Veiga, e do candidato à Presidência da República pela Coligação Muda BrasilAécio Neves, também realizou panfletagem e distribuiu adesivos dos candidatos. O evento foi realizado após o tradicional desfile de 7 de Setembro.

Para o coordenador da campanha de Pimenta da Veiga na Região Metropolitana de Belo Horizonte e um dos organizadores da mobilização, Camilo Fraga Reis, a ação cumpriu o seu objetivo de ajudar a limpar as ruas da capital e, também, de demonstrar a indignação de todo o povo mineiro em relação às recentes denúncias veiculadas na imprensa envolvendo políticos do PT e outros integrantes do governo federal, como o escândalo da Petrobras, revelado na edição deste fim de semana da revista Veja.

“É um ato simbólico: ao mesmo tempo em que fizemos a limpeza da Avenida Afonso Pena, viemos demonstrar o anseio popular de varrer para longe da política a corrupção que assola o nosso país. Reunimos aqui voluntários que se prontificaram a limpar a via. Antes de começar a limpeza fizemos panfletagem e adesivação. A receptividade da população às candidaturas dePimenta da VeigaAécio Neves e Antonio Anastasia foi muito boa e calorosa”, avaliouCamilo Fraga Reis.

Realizado após o Desfile da Independência, o ato público ocorreu um dia depois de a revista Veja revelar um novo esquema de desvio de recursos e pagamento de propinas envolvendo aPetrobras. O ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, aceitou acordo de delação premiada e apontou integrantes do governo da presidente Dilma Rousseff e outros aliados do PT – partido do candidato ao Governo do Estado e ex-ministro, Fernando Pimentel – como beneficiários do esquema.

09/09/2014 Posted by | AÉCIO, AÉCIO NEVES, Anastasia, Antonio Anastasia | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vinda de Aécio em Minas pode marcar o grande salto do PSDB

Em reunião com aliados em Belo Horizonte, Aécio Neves declarou que Minas será o início da grande arrancada para o segundo turno.

Coligação Todos por Minas

Fonte: Estado de Minas

Aécio faz convocação geral

Presidenciável do PSDB reúne 443 prefeitos e pede empenho na guerra pelo segundo turno

Leonardo Augusto e Juliana Cipriani

O candidato a presidente da República pelo PSDB, senador Aécio Neves, pediu ontem a aliados em Belo Horizonte empenho em sua campanha ao Palácio do Planalto de forma a levá-lo ao segundo turno da eleição. “É hora de cada um mostrar não apenas suas boas intenções, mas o que vai fazer para que o Brasil inicie um novo ciclo de desenvolvimento”, disse a uma plateia de 443 prefeitos – segundo informação do próprio Aécio – em um clube da Zona Sul da capital. O tucano pediu também reforço para a campanha do ex-ministro das Comunicações Pimenta da Veiga (PSDB) para o governo mineiro.

Segundo Aécio, a presidente Dilma Rousseff (PT do PSB ao Palácio do Planalto, têm a mesma origem. “Uma (Marina), com boas intenções, que eu respeito, mas que é do mesmo núcleo que vem governando o Brasil. Vem do PT”, disse. A candidata do PSB teve a legenda como o primeiro partido e foi ministra do Meio Ambiente no governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Dilma era do PDT, mas migrou para o PT em 2001.

Aécio afirmou ser a melhor opção entre os candidatos. “O país não pode conviver com mais um ciclo de improvisos”, disse, ressaltando que os brasileiros estão pagando um preço alto pelo “aprendizado” da atual presidente no governo. “Isso tem levado o país a ter repiques inflacionários e ao pior crescimento entre todos os nossos vizinhos”, avaliou. No início do discurso aos aliados, Aécio, ao lado do governador Alberto Pinto Coelho (PP), de Pimenta da Veiga e do candidato tucano ao Senado por Minas, Antonio Augusto Anastasia, comparou eleição e apoio dos aliados. De acordo com o presidenciável, a disputa nas urnas é importante e pode-se perder ou ganhar. O apreço dos correligionários, na avaliação do candidato, no entanto, tem destaque especial.

Para Aécio, a reunião de ontem marcará o salto do PSDB, que está em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto. “Estamos iniciando hoje aqui uma grande arrancada. Reunindo as principais alianças políticas do estado, da sociedade mineira, para a vitória de Pimenta da Veiga e Anastasia em Minas Gerais. E também para estarmos no segundo turno”, disse.Anastasia lidera as pesquisas de intenção de voto para o senador. “Venha para o Senado da República ser o meu parceiro na defesa por Minas”, disse Aécio, no discurso, ao aliado.

Na sequência, Aécio teve reunião com deputados federais e estaduais de sua base aliada e disse estar confiante de que fará “barba, cabelo e bigode”. O tucano sinalizou que o aumento das críticas aos petistas deve ser a tônica para as últimas semanas. “Onde o PT governa, está perdendo as eleições, e eu espero que Minas demonstre de forma muito clara que não temos como vocação ser amanhã um depósito de petistas derrotados em outras partes do Brasil”, afirmou.

Aécio criticou o candidato do PT ao governo de Minas, Fernando Pimentel, que, segundo ele, levou investimentos que poderiam ter ficado no estado para fora e agora aparece como construtor de um novo tempo para Minas. Ele acredita que Pimenta vá reverter a desvantagem para os petistas. “Não acredito que logo em Minas, consciência maior da nação brasileira, vamos ter um retrocesso como esse”. Aécio pediu uma vinculação maior das candidaturas do seu campo político ao projeto começado por ele em seu primeiro governo, que teve início em 2003, e foi sucedido por Antonio Anastasia, em 2010. Apesar de ter confirmado que veio ao estado “botar todo mundo para trabalhar”, o tucano negou que tenha havido “corpo mole” de seus cabos eleitorais.

Apoio de artistas

candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, lançou ontem um clip com a participação de vários artistas que apoiam sua campanha. O mote do jingle é o mesmo adotado pelo senador: o de que o Brasil precisa mudar, mas de maneira segura. “Um novo Brasil para a gente. Decente, maduro”, diz o refrão da música, cantada, entre outros, por Zezé di Camargo e sua filha Wanessa, Beto Guedes, Chitãozinho & Xororó, Renato Teixeira e Fernando Brant. O clipe tem 47 segundos e foi exibido ontem no programa do candidato no horário eleitoral gratuito na televisão.

08/09/2014 Posted by | AÉCIO NEVES, AÉCIO NEVES 2010, AÉCIO NEVES: SENADOR, AÉCIO OPOSIÇÃO, AECIO, Anastasia, Antonio Anastasia, ELEIÇÕES 2014, Governo de Minas | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vinda de Aécio em Minas pode marcar o grande salto do PSDB

Em reunião com aliados em Belo Horizonte, Aécio Neves declarou que Minas será o início da grande arrancada para o segundo turno.

Coligação Todos por Minas

Fonte: Estado de Minas

Aécio faz convocação geral

Presidenciável do PSDB reúne 443 prefeitos e pede empenho na guerra pelo segundo turno

Leonardo Augusto e Juliana Cipriani

O candidato a presidente da República pelo PSDB, senador Aécio Neves, pediu ontem a aliados em Belo Horizonte empenho em sua campanha ao Palácio do Planalto de forma a levá-lo ao segundo turno da eleição. “É hora de cada um mostrar não apenas suas boas intenções, mas o que vai fazer para que o Brasil inicie um novo ciclo de desenvolvimento”, disse a uma plateia de 443 prefeitos – segundo informação do próprio Aécio – em um clube da Zona Sul da capital. O tucano pediu também reforço para a campanha do ex-ministro das Comunicações Pimenta da Veiga (PSDB) para o governo mineiro.

Segundo Aécio, a presidente Dilma Rousseff (PT do PSB ao Palácio do Planalto, têm a mesma origem. “Uma (Marina), com boas intenções, que eu respeito, mas que é do mesmo núcleo que vem governando o Brasil. Vem do PT”, disse. A candidata do PSB teve a legenda como o primeiro partido e foi ministra do Meio Ambiente no governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Dilma era do PDT, mas migrou para o PT em 2001.

Aécio afirmou ser a melhor opção entre os candidatos. “O país não pode conviver com mais um ciclo de improvisos”, disse, ressaltando que os brasileiros estão pagando um preço alto pelo “aprendizado” da atual presidente no governo. “Isso tem levado o país a ter repiques inflacionários e ao pior crescimento entre todos os nossos vizinhos”, avaliou. No início do discurso aos aliados, Aécio, ao lado do governador Alberto Pinto Coelho (PP), de Pimenta da Veiga e do candidato tucano ao Senado por Minas, Antonio Augusto Anastasia, comparou eleição e apoio dos aliados. De acordo com o presidenciável, a disputa nas urnas é importante e pode-se perder ou ganhar. O apreço dos correligionários, na avaliação do candidato, no entanto, tem destaque especial.

Para Aécio, a reunião de ontem marcará o salto do PSDB, que está em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto. “Estamos iniciando hoje aqui uma grande arrancada. Reunindo as principais alianças políticas do estado, da sociedade mineira, para a vitória de Pimenta da Veiga e Anastasia em Minas Gerais. E também para estarmos no segundo turno”, disse.Anastasia lidera as pesquisas de intenção de voto para o senador. “Venha para o Senado da República ser o meu parceiro na defesa por Minas”, disse Aécio, no discurso, ao aliado.

Na sequência, Aécio teve reunião com deputados federais e estaduais de sua base aliada e disse estar confiante de que fará “barba, cabelo e bigode”. O tucano sinalizou que o aumento das críticas aos petistas deve ser a tônica para as últimas semanas. “Onde o PT governa, está perdendo as eleições, e eu espero que Minas demonstre de forma muito clara que não temos como vocação ser amanhã um depósito de petistas derrotados em outras partes do Brasil”, afirmou.

Aécio criticou o candidato do PT ao governo de Minas, Fernando Pimentel, que, segundo ele, levou investimentos que poderiam ter ficado no estado para fora e agora aparece como construtor de um novo tempo para Minas. Ele acredita que Pimenta vá reverter a desvantagem para os petistas. “Não acredito que logo em Minas, consciência maior da nação brasileira, vamos ter um retrocesso como esse”. Aécio pediu uma vinculação maior das candidaturas do seu campo político ao projeto começado por ele em seu primeiro governo, que teve início em 2003, e foi sucedido por Antonio Anastasia, em 2010. Apesar de ter confirmado que veio ao estado “botar todo mundo para trabalhar”, o tucano negou que tenha havido “corpo mole” de seus cabos eleitorais.

Apoio de artistas

candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, lançou ontem um clip com a participação de vários artistas que apoiam sua campanha. O mote do jingle é o mesmo adotado pelo senador: o de que o Brasil precisa mudar, mas de maneira segura. “Um novo Brasil para a gente. Decente, maduro”, diz o refrão da música, cantada, entre outros, por Zezé di Camargo e sua filha Wanessa, Beto Guedes, Chitãozinho & Xororó, Renato Teixeira e Fernando Brant. O clipe tem 47 segundos e foi exibido ontem no programa do candidato no horário eleitoral gratuito na televisão.

08/09/2014 Posted by | AÉCIO NEVES, AÉCIO NEVES 2010, AÉCIO NEVES: SENADOR, AÉCIO OPOSIÇÃO, AECIO, Anastasia, Antonio Anastasia, ELEIÇÕES 2014, Governo de Minas | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Aécio volta à Minas para trabalhar pela vitória de Pimenta

Aécio Neves prevê arrancada ao segundo turno na corrida presidencial e reviravolta de Pimenta da Veiga para o Governo de Minas.

Eleições 2014

Fonte: O Tempo

Aécio volta a Minas e promete fazer “barba, cabelo e bigode”

Presidenciável tucano pretende vincular mais sua imagem à de Pimenta da Veiga para virar o quadro

ISABELLA LACERDA

O crescimento de oito pontos percentuais na intenção de voto de Pimenta da Veiga para o governo de Minas, como mostrou nesta quinta levantamento divulgado pelo Datafolha, e a vinda do senador e presidenciável Aécio Neves a Belo Horizonte para reforçar a campanha do PSDB no Estado reverteram o clima de crise até então instalado. Aécio previu a vitória de Pimenta, “com barba, cabelo, bigode”.

Depois das trocas internas no comando da campanha e das demissões causadas por problemas financeiros, a ordem dada nesta quinta por Aécio é que seja colocada em prática uma nova campanha. Serão alteradas as estratégias publicitárias e ainda será feita cobrança por mais empenho de prefeitos e deputados, tudo para virar o quadro favorável ao candidato Fernando Pimentel (PT).

Nesta quinta Aécio fez uma verdadeira peregrinação na capital na tentativa de acertar os ponteiros. O primeiro passo foi se reunir com a irmã e coordenadora de comunicação, Andrea Neves, e também com Pimenta e o novo líder da equipe, Danilo de Castro, para estabelecer mudanças na identidade visual da campanha, como adiantou nesta quinta O TEMPO.

Em seguida, o presidenciável esteve em dois encontros com prefeitos e parlamentares. No primeiro ato, pediu aos gestores que levem seu nome e o de Pimenta para o interior. A falta de contato entre a coordenação da campanha e os prefeitos foi um dos motivos apontados por aliados da crise interna.

PSDB também distribuiu kits com materiais de publicidade para que a eleição seja levada aos municípios fora da região metropolitana. “Pretendemos mobilizar forças e botar todo mundo para trabalhar”, disse o senador, admitindo uma presença mais constante no Estado neste mês.

Aécio também almoçou em reservado com deputados da base. Ele aproveitou para exigir apoio a Pimenta, mas também ouviu reclamações. “Espero que Minas mostre que não temos como vocação ser depósito de petista desempregado. Minas não merece ter o PT governando seus destinos”, afirmou, dando a tônica dos pleitos dos aliados: bater mais no PT. “Pedimos a reformulação no programa de televisão, achamos que é necessário aumentar o tom da campanha, com mais críticas ao Pimentel”, confidenciou um tucano após o encontro.

Aécio deixou claro ao longo do dia que “é hora de dar uma acelerada nessa reta final” e que é possível virar o quadro. Ele decidiu que é preciso vincular o máximo possível seu nome ao dePimenta. “Talvez devesse vincular um pouco as campanhas. Pimenta tem que ser identificado com o trabalho feito em Minas nos últimos 12 anos”, avaliou.

Peregrinação

Encontros. Em sua vinda a Belo Horizonte, nesta quinta, Aécio Neves fez uma verdadeira peregrinação e esteve em diversas reuniões com aliados.

Estratégia. Pela manhã, ele se reuniu com a irmã e responsável pela parte de comunicação das campanhas, Andrea Neves, e integrantes da campanha de Pimenta da Veiga, entre eles Danilo de Castro, para definir novos rumos da campanha.

Aliados. Depois, Aécio se encontrou com prefeitos e lideranças do Estado. Em seguida, almoçou com deputados aliados e pediu que participem mais ativamente da campanha.

08/09/2014 Posted by | AÉCIO NEVES, Anastasia, Antonio Anastasia, ELEIÇÕES 2014, Governo de Minas, POLÍTICA, PSDB | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Eleições 2014: Aécio comenta declarações de ódio de Lula

 Aécio Neves assistiu o jogo da seleção ao lado de ex-jogadores e em entrevista coletiva falou sobre as recentes declarações de Lula.

Eleições de 2014

Fonte: Jogo do Poder

Entrevista coletiva do presidente do PSDB, senador Aécio Neves

Assuntos: Seleção brasileira, organização da Copa, declarações Lula, candidato a vice, eleições 2014

Sobre o jogo da Seleção

Acho que temos duas seleções brasileiras aqui. Vamos assistir ao jogo na companhia de quem conhece. São amigos construídos ao longo de uma vida. São campeões do mundo como Piazza, craques, como LuisinhoNelinho. Tem cruzeirense, atleticano. O grande ataque do CruzeiroEvaldoNatalDirceu Lopes, e outros companheiros também, atletas paraolímpicos, atletas do vôlei, como o Giovanni. É um momento de confraternização. Hoje somos todos brasileiros, torcendo para a gente ganhar na bola, ganhar em campo, e depois vamos trabalhar para que o Brasil ganhe também fora de campo.

Sobre a organização da Copa.

Dentro de campo, sempre achamos que a Copa ia funcionar muito bem, até porque os estádios estão prontos, e todos eles são de responsabilidade dos estados, como sabemos. O que sempre alertamos é para a incapacidade do governo de avançar nas obras de mobilidade, a grande maioria delas no meio do caminho. Não podemos cair nessa armadilha da tentativa permanente da divisão do Brasil em dois, como se pudesse existir o Brasil daqueles que apoiam o governo, e esses são patriotas, e o Brasil daqueles que criticam o governo, que apontam os equívocos, esses são os impatriotas, os pessimistas. Somos todos brasileiros.

Esperamos que possamos comemorar mais um grande título, os brasileiros merecem isso. Mas vamos continuar mostrando os equívocos desse governo, porque o day after, o dia seguinte à Copa do Mundo, vamos continuar crescendo 1% ao ano, com a inflação recrudescida, trazendo tormento à vida dos brasileiros, com várias das obras mais importantes de infraestrutura do Brasil paralisadas, com sobrepreço. Mas hoje é um momento de torcida, de alegria, de convergência. O que tenho dito sempre é que nesse debate não podemos fazê-lo olhando para o retrovisor da história. Temos que fazer olhando para o futuro. Vamos debater a saúde pública, vamos ver como podemos avançar na segurança, onde há uma omissão enorme do governo, no próprio Custo Brasil, que, tenho defendido, temos que fazer uma guerra. Vamos debater os temas que interessam aos cidadãos brasileiros. Essa radicalização prematura da campanha eleitoral não faz bem ao Brasil e principalmente aos brasileiros.

Sobre declarações do ex-presidente Lula de ódio na campanha.

Não ouvi essa palavra da boca de ninguém, a não ser da boca do próprio ex-presidente da República. Como disse, não vou cair na armadilha desse falso confronto. O que temos é a responsabilidade, como partido de oposição, de apresentar ao Brasil, uma proposta alternativa a essa que aí está. Os brasileiros estão sentindo que o Brasil não pode continuar avançando tão lentamente. Há, hoje, uma paralisia generalizada, uma desconfiança enorme em relação ao Brasil, que diminuiu os investimentos e fez com que estejamos vivendo o pior ciclo de crescimento, o terceiro pior ciclo de crescimento desde a história republicana. Desde a proclamação da República, a atual presidente da República vai levar o Brasil a crescer apenas mais do que o período Floriano Peixoto, no final do século 19, e do Fernando Collor, no final do século passado. Isso é muito pouco para um país como o Brasil.

Vamos comemorar em campo, vamos torcer muito pelo Brasil, vamos erguer esse caneco e vamos discutir com muita seriedade como fazer o Brasil crescer de forma sustentável, gerando mais oportunidades a todos os brasileiros, não apenas àqueles que, eventualmente, apoiam o lado A ou o lado B.

Sobre definição do vice.

Defini que o dia 30 desse mês, em uma reunião da Executiva Nacional, estou dizendo pela primeira vez, agora, em uma reunião da Executiva Nacional, às 10 horas da manhã, haverá a definição do vice. Felizmente temos nomes muito qualificados que são, inclusive, apontados por vocês da imprensa sucessivamente. O problema do PSDB não é ausência, é o excesso de nomes qualificados. Vamos aguardar a definição das outras alianças para que no dia 30 possamos indicar aquele que maior contribuição possa dar a uma caminhada que se inicia da forma adequada, discutindo o Brasil, discutindo propostas.

Vai caminhando para uma chapa puro sangue, ou os partidos aliados farão parte?

Temos alternativas muito qualificadas dentro do PSDB e também algumas outras de partidos aliados. Vamos aguardar um pouco. Não há porque não usarmos o tempo. Essa é uma lição antiga que se aprende aqui em Minas Gerais. Política é, essencialmente, a administração do tempo. Você não deve precipitar que não precisam ser antecipadas e tampouco pode se deixar engolir pelo tempo. Não farei isso. Dia 30/06 é o momento da definição. Existem pelo menos três nomes altamente qualificados com disposição de caminhar conosco, e é exatamente essa qualificação que me fez adiar essa decisão para daqui a, no máximo, duas semanas.

Sobre a candidatura de Pimenta da Veiga em Minas.

Pimenta da Veiga representa a continuidade de um projeto vitorioso. Porque na política, o que está dando certo tem que continuar. Como está dando certo o nosso governo, honrado, sério, levou Minas a ter a melhor educação fundamental do Brasil, a melhor saúde da região Sudeste. Minas é benchmarkingMinas é referência hoje de gestão pública de qualidade para todo Brasil, inclusive para organismos internacionais. Fico muito honrado quando vejo que vários estados brasileiros buscam, nos exemplos de Minas Gerais, inspiração para efetuarem avanços que consolidaram seus estados. Em todas as regiões do Brasil assistimos isso.

Então, Pimenta representa a continuidade de um projeto vitorioso em Minas Gerais. Ao contrário, no plano federal, a falência é absoluta. Os indicadores sociais pararam de avançar e começaram a regredir. Estamos voltando a falar, veja só, de volta do analfabetismo, que parou de cair e voltou a crescer. Estamos falando de inflação, uma pauta que oPSDB havia superado e vencido há alguns anos atrás. Por isso, a necessidade de mudança, por isso o sentimento majoritário da população brasileira, mais de 70%, clamando por mudança. E nós temos que nos apresentar com a nossa experiência, com os exemplos de Minas Gerais, como a mudança verdadeira, a mudança corajosa e experiente que o Brasil precisa viver. E acho que nosso crescimento nas pesquisas é, na verdade, consequência dessa percepção. As pessoas percebem que existe uma proposta alternativa, responsável, com quadros altamente qualificados, e com gente normal, simples, como somos nós que estamos aqui.

18/06/2014 Posted by | Política | , , , , , , , | Deixe um comentário

Aécio oficializa candidatura em Convenção do PSDB neste sábado

Na capital de São Paulo, sábado (14/06) líderes partidários e aliados ao PSDB se reunem para a formalidade.

Movimento Todos por Minas

Fonte: PSDB

Minas une forças para apoiar convenção nacional do PSDB

Líderes mineiros fortalecerão aliança à candidatura de Aécio Neves ao levantar a bandeira da gestão pública, que transformou a realidade no Estado

As principais lideranças políticas de Minas Gerais já confirmaram presença na convenção nacional do PSDB, que oficializará a candidatura do senador Aécio Neves à Presidência da República, no próximo sábado (14/06), em São Paulo. Estarão presentes o candidato ao Governo de MinasPimenta da Veiga, o ex-governador Antonio Anastasia, o presidente do PSDB-MG, Marcus Pestana, o governador Alberto Pinto Coelho (PP), o presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro (PP), além de deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores do PSDB e dos partidos da ampla aliança que integra o Movimento Todos Por Minas. E a principal bandeira que será levada a São Paulo pelos líderes mineiros, será a do modelo de gestão pública de Minas, implantado por Aécio Neves em 2003, e que resultou na melhoria da qualidade do serviço público no Estado.

O ex-ministro e ex-prefeito de Belo Horizonte, Pimenta da Veiga, candidato do PSDB ao governo com apoio de 19 partidos, destacou que as medidas adotadas pela gestão tucana no Estado se tornaram referência no país. Segundo ele, a partir de 2003, Minas viveu um vigoroso processo de transformação, possibilitando avanços sociais extraordinários, principalmente nas áreas de saúde e educação.

Os brasileiros querem mudar o país, querem adotar as reformas iniciadas em nosso Estado e Minas está indicando alternativa política. Minas está oferecendo um grande administrador, um político  habilidoso, capaz de resolver os problemas que aí estão. Minas está inundando o Brasil de esperança e vamos eleger Aécio Neves como nosso presidente”, afirmou Pimenta da Veiga.

Um dos protagonistas na implantação do Choque de Gestão mineiro, conjunto de medidas administrativas que regularizou as contas do Governo de Minas e possibilitou mais investimentos para beneficiar a população, Antonio Anastasia, ex-governador e candidato pelo PSDB ao Senado, reafirmou a importância do papel de Aécio Neves na modernização da administração pública.

Aécio tem uma característica que hoje o Brasil precisa, e precisa muito. Ele é um líder, um líder verdadeiro, responsável, dedicado, conhecedor dos problemas nacionais, com responsabilidade para colocar o Brasil no rumo certo. Mas para Aécio ter essa caminhada, temos que dar a ele aqui, no seu Estado, na sua retaguarda, na sua querida terra natal uma força extraordinária da aliança de toda Minas”, disse Anastasia.

Legado para o país

Aécio Neves foi o responsável por implantar importantes ciclos de reforma e modernização da gestão pública de Minas Gerais. Com uma equipe composta pelos melhores gestores públicos de sua geração, como o ex-governador Antonio Anastasia, criou programas que possibilitaram uso mais adequado dos recursos públicos. Desta forma, Estado tornou-se mais eficiente na formulação e implementação de políticas capazes de melhorar todos os índices sociais e econômicos do Estado, elevando a qualidade de vida da população.

16/06/2014 Posted by | Política | , , , , , , , | Deixe um comentário