Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Governo Anastasia investe mais de R$ 2 bilhões em infraestrutura

Gestão Anastasia: De 2013 a 2015, o aporte total será de mais R$ 1,2 bi. Das 182 obras executadas, em andamento ou licitadas, o investimento foi superior a R$ 1,1 bi.

Plug Minas/Divulgação
O Plug Minas foi um dos contemplados com o investimento do Deop-MG
O Plug Minas foi um dos contemplados com o investimento do Deop-MG

Departamento de Obras Públicas do Estado de Minas Gerais (Deop-MG), para atender à implementação de políticas públicas das secretarias estaduais, foi responsável por planejar, coordenar e executar 182 obras de engenharia em 2012, o que representa investimento superior a R$ 1,1 bilhão.

São 70 obras concluídas, 83 em andamento e 29 licitadas ou em processos de licitação a serem executadas neste ano.

“Os números alcançados em 2012 são significativos, mas a grande satisfação está em poder oferecer à população mineira serviços de qualidade, levando em conta o custo, a rapidez e a funcionalidade das obras que são projetadas e executadas”, comenta osecretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles.

De acordo com o diretor-geral do Deop-MG, Fernando Jannotti, as obras são executadas para atender às comunidades, como a construção de escolas, aeroportos e hospitais. “Como destaques de 2012, não posso deixar de mencionar a construção da fábrica de remédios da Fundação Ezequiel Dias, o centro de cultura, esporte e inclusão social Point Barreiro e o Centro de Tecido Biológico, em Lagoa Santa”, cita Fernando.

“Encerramos uma etapa do Plug Minas e estamos construindo o Parque das Águas, em Frutal. Temos, também, a Requalificação Urbana e Ambiental do Ribeirão Arrudas, que está em fase de conclusão e possui imenso alcance social e conta com investimentos da ordem de R$ 261 milhões”, acrescenta o diretor.

Para os 2013, há um amplo programa de obras previstas para serem licitadas, como a complementação dos PACs Arrudas, Ferrugem, Drenagem e Prevenção de Desastres. Os terminais metropolitanos de integração e obras em infraestrutura aeroportuária, educação, segurança, turismo, esportes e cultura também serão contemplados.

O investimento total será de R$ 1,2 bilhão, de 2013 a 2015, assegurados por operações de crédito junto ao Banco do Brasil, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e Caixa Econômica Federal.

Dentre as obras previstas para este ano, Fernando Jannotti destaca o início da reforma da escola Barão do Rio Branco, em Belo Horizonte, o projeto de revitalização do prédio verde da Praça da Liberdade e investimentos em diversos aeroportos do estado.

“Outras obras que já estão sendo licitadas e vamos começar a fazer neste ano de 2013 são as estações do BRT. Da mesma forma que a prefeitura da capital está fazendo as estações do BRT ao longo da Cristiano Machado e da Pedro I, o Deop, por meio da Secretaria de Transportes e Obras Públicas (Setop), implantará o BRT metropolitano, para fortalecer a mobilidade”, destaca.

Gerenciamento de obras públicas

Ao longo de 2012, a Superintendência de Infraestrutura Governamental da Setop deu seguimento ao projeto de implantação do Modelo de Governança de Obras Públicas, cujo objetivo é possibilitar melhor articulação do órgão com o Deop-MG, a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e clientes, ampliando a aderência entre o planejamento e a execução dos empreendimentos.

Este modelo, que vem sendo implantado desde 2011, integra a estruturação de um Escritório de Gerenciamento de Obras Públicas que, atualmente, gerencia obras e projetos na metodologia de Gerenciamento Intensivo e contempla 26 empreendimentos executados pelo Deop-MG em diversas áreas, como segurança, saúde, infraestrutura e meio ambiente.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/departamento-de-obras-publicas-investe-mais-de-r-2-bilhoes-em-infraestrutura/

Anúncios

07/02/2013 Posted by | gestão pública | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Governo de Minas vai obter R$ 4 milhões com BNDES

Gestão Anastasia: Cinco contratos nas áreas de segurança pública, infra-estrutura e mobilidade estão sendo coordenados junto à instituição; o primeiro já está assinado

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), está coordenando junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) cinco contratos que totalizam R$ 4 bilhões. O primeiro deles, no valor de R$ 247 milhões, já está assinado. A primeira parte do desembolso de R$ 65 milhões tem liberação prevista para este mês de agosto.

Os contratos financiarão diversas ações nas áreas de segurança pública, infraestrutura e mobilidade. A primeira parte do nempréstimo será destinada ao início das obras da LMG-800, no Vetor Norte, às reformas da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na RMBH, e do Centro Educativo de Unaí, no Noroeste do Estado, e à implantação de torres de radiocomunicação da Polícia Militar em vários municípios.

Segundo a diretora Central de Avaliação de Projetos e Captação de Recursos da Seplag, Gabriella Noronha, a destinação dos financiamentos foi definida a partir da carteira de projetos estratégicos do Estado e contribuirá para o alcance dos objetivos elencados no Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI).

Outra parte do desembolso, prevista para novembro, depende apenas da consolidação da documentação. Os valores serão investidos na complementação das obras da escola de formação de professores, no bairro Gameleira, em Belo Horizonte, na ampliação do projeto Olho Vivo, em obras de melhorias em aeroportos regionais e na construção de presídios no interior do Estado.

Gabriella Noronha ressalta que a captação de recursos junto ao BNDES “é de extrema relevância no cenário fiscal atual”. Gabriella observa ainda que as condições favoráveis disponibilizadas pelo banco de fomento constituem uma alternativa positiva e contribuem para ampliar o leque de políticas públicas implementadas pelo Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/recursos-de-r-4-bilhoes-do-bndes-vao-favorecer-projetos-do-governo-de-minas/

10/08/2012 Posted by | gestão Anastasia, Governo de Minas | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Comentários desativados em Governo de Minas vai obter R$ 4 milhões com BNDES

MelhorAR MG – Governo Aécio Neves lança projeto pioneiro no Dia Nacional do Trânsito

Nesta sexta-feira (25), data em que se comemora o Dia Nacional do Trânsito, o Governo Aécio Neves por meio do  Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) lança o projeto MelhorAr MG, uma iniciativa pioneira no pais que incentiva a carona corporativa. Os objetivos são reduzir o grande número de carros nas ruas que causam o congestionamento do trânsito e diminuir a emissão de CO2 gerado pelo deslocamento dos servidores públicos do Estado de Minas Gerais. O lançamento do projeto será às 10h, no auditório Sisema – rua Espírito Santo, 495, 4º andar, Centro.

O projeto Melhorar MG é desenvolvido pelo Sisema, em parceria com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e o Projeto Ambientação, e trata-se de um sistema de gerenciamento de caronas. Os servidores interessados em participar do projeto devem se registrar no sitehttp://melhorarmg.meioambiente.mg.gov.br, e informar os caminhos utilizados na ida e volta do trabalho e a agenda semanal. Depois, o servidor deve selecionar o link ‘dar carona’ ou ‘pedir carona’ para encontrar outros usuários do sistema com o mesmo perfil de deslocamento.

O subsecretário de Inovação e Logística do Sisema, Thiago Grego, explica que, inicialmente, a Instituição vai trabalhar com um grupo teste composto por 30 servidores. “Nesse período vamos avaliar o sistema e propor todas as adequações necessárias para melhor atender aos participantes”, informa. Thiago Grego destaca que o MelhorAr MG é um esforço do Governo para tornar a mobilidade em Belo Horizonte mais sustentável e deve ser ampliado para outras secretarias. “Além de minimizar os impactos ambientais, a implementação do MelhorAr contribuirá para uma maior integração entre os servidores, estreitando seus laços interpessoais”, complementa.

O diretor da Agência Believe Sustainability, Lincoln Paiva, responsável pelo desenvolvimento do projeto, ressalta que além do gerenciamento da carona, o projeto MelhorAr permite conhecer, em números, os benefícios ambientais dessa iniciativa. “O sistema possibilita o cálculo do CO2 emitido pelo servidor individualmente e conhecer a redução desse indicador após a adesão ao projeto”, afirma.

Lincoln Paiva informa, ainda, que o setor de transportes é responsável por quase 13% das emissões mundiais de Gases de Efeito Estufa (GEE), citando dados do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas. “Segundo o Ministério de Meio Ambiente, o Brasil emite cerca de1 bilhão de toneladas ano de CO2. Só o setor de transportes é responsável por 94 milhões de toneladas de CO2 por ano, 39% deste volume vêm dos veículos leves”, acrescenta.

A experiência do Projeto MelhorAr MG poderá ser adotada por outras instituições públicas ou privadas. Informações sobre o projeto e seus benefícios, além do inventário de CO2 e dicas sustentáveis estão disponíveis no site www.projetomelhorar.com.br ou pelo e-mail projetomelhorar@meioambiente.mg.gov.br.

25/09/2009 Posted by | Ação Sustentável, Meio Ambiente | , , , , , , , , | Deixe um comentário