Minas Sustentável

Meio Ambiente, cidades sustentáveis

Inclusão social e preservação social: Balanço Social do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais prepara instituição para práticas sustentáveis

Apresentação do Balanço Social do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais O presidente do Conselho de Administração do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG)Itamar Franco, abriu na tarde desta terça-feira (21) a solenidade de lançamento do relatório social de 2008 da instituição intitulado Desenvolvimento para a Inclusão Social e Sustentabilidade, elaborado de acordo com a metodologia do IBASE – Instituto Brasileiro de Estudos Econômicos. “O BDMG tornará público anualmente o seu Balanço Social para prestar contas à sociedade de suas ações no âmbito da sustentabilidade”, afirmou.

Foi apresentado também os resultados do Programa Fundese Solidário IV que, até o dia 17 de julho, havia liberado cerca de R$ 30 milhões para as empresas que sofreram prejuízos com as chuvas e estavam em análise outros R$ 70 milhões em solicitações de financiamento . “Este é um exemplo claro de que estamos trabalhando pela inclusão social” disse Itamar.

Além dos secretários de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhenade Fazenda, Simão Cirineu adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Raphael Andrade, estavam presentes representantes das instituições parceiras do BDMG – ACMinas, Federaminas, Fiemg, FCDL, Fecomércio, Crediminas, Cecremge, Federação dos Contadores. Itamar Franco lembrou que “o trabalho conjunto entre Estado e sociedade tem sido uma marca deste Governo”. E afirmou: “As ações de inclusão social do BDMG só serão efetivas e duradouras com o fortalecimento dessas parcerias. Ampliar nossas atividades com médias, micro e pequenas empresas e levar o Banco ao interior do estado dependem essencialmente deste entrosamento entre BDMG e parceiros”.

Relatório Social

O presidente do BDMG, Paulo Paiva, fez uma apresentação do Balanço Social 2008. Mostrou que o BDMG está se reinventando para adaptar ao novo conceito de desenvolvimento que passa pela inclusão social e preservação ambiental. Lembrou que o Plano Estratégico do Banco para o quadriênio 2008-2011 está em sintonia com os novos desafios da economia e com o Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado.”Também temos trabalhado no aprimoramento das nossas práticas internas com princípios de transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade dos gestores”, disse.

Paulo Paiva salientou que em 2008, dos R$ 765 milhões desembolsados, R$ 136 milhões foram para empresas localizadas em municípios de regiões consideradas de baixo dinamismo como o Norte de Minas, Vale do Jequitinhonha, Vale do Mucuri e alguns da região Central, um crescimento de 65% em relação ao ano anterior.

O presidente ressaltou a preocupação do BDMG, em financiar projetos ambientais. Só no ano passado foram financiados R$ 3 milhões para instituições ambientais, municípios e entidades públicas, com recursos do Fhidro, além de ter sido firmada uma parceria entre o BDMG e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para identificação de projetos para o desenvolvimento sustentável no valor de U$ 200 mil. “Estamos certos de que este caminho que estamos trilhando vai fazer do BDMG um banco indispensável ao desenvolvimento de Minas”, concluiu.

Anúncios

22/07/2009 - Posted by | Ação Sustentável, Cidadania, Meio Ambiente, Responsabilidade Social Corporativa, Sem categoria | , , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: